Notícia

Cerco Eletrônico deve ajudar na fiscalização de carretas irregulares

Guarda Municipal de Vitória realiza um levantamento para que sejam utilizadas as câmeras do Cerco Eletrônico para intensificar a fiscalização de carretas irregulares que trafegam na Capital

Câmeras do Cerco Eletrônico poderão auxiliar na fiscalização de carretas
Câmeras do Cerco Eletrônico poderão auxiliar na fiscalização de carretas
Foto: Reprodução/TV Gazeta

A guarda municipal de Vitória pretende utilizar as câmeras do Cerco Eletrônico para flagrar carretas que circulam pela cidade acima do Peso Bruto Total (PBT) permitido por lei. De acordo com o coordenador de trânsito da Guarda Municipal de Vitória, Leonardo Souza, estão sendo feito estudos para que se intensifique a fiscalização com o apoio do videomonitoramento. O objetivo é evitar que acidentes com carretas, como o que ocorreu no Centro de Vitória na manhã desta quarta-feira (03), se repitam.

Ainda não há data para que as câmeras sejam utilizadas para esse fim. Segundo o coordenador, um levantamento está sendo feito para definir qual o melhor aproveitamento dos locais que já possuem câmeras e em que outros locais serão necessários instalar o videomonitoramento para contribuir com a fiscalização.

“As câmeras estão posicionadas hoje para fazer um cerco identificando a entrada e saída de veículos em determinadas áreas. Exatamente por conta do posicionamento dessas câmeras, em algumas áreas é permitido a circulação de alguns veículos grandes, mas, a partir do momento em que ela passa da câmera do cerco, serão necessárias outras câmeras para identificar se esse veículo está passando em algum local proibido.”

FISCALIZAÇÃO

Leonardo Souza explica que a atualmente a Guarda Municipal de Vitória realiza a fiscalização somente com os dados do Peso Bruto Total (PBT). No entanto, segundo o coordenador, a Guarda não precisa pesar os veículos, mas sim comprovar o flagrante da irregularidade.

Leonardo afirma que a Guarda realiza ações específicas durante a madrugada no Centro de Vitória e na Avenida Maruípe, locais onde há maior incidência de circulação de carretas e cegonhas na madrugada, o que atrapalha muito os moradores.

“O horário da madrugada é um horário mais restrito. A gente consegue fazer essa fiscalização na parte diurna com mais intensidade e, no horário noturno, determinadas ações específicas são feitas em alguns pontos. Em cima disso, exatamente, que a gente quer também utilizar as nossas câmeras de videomonitoramento para contribuir nessa fiscalização.”

ACIDENTE

Uma carreta transportando um contêiner tombou na Avenida Princesa Isabel, no Centro de Vitória, na subida da via em frente à Faculdade de Música, no início da manhã desta quarta-feira (03). Por causa do acidente, o trânsito ficou muito complicado na região central para quem seguia de Vila Velha e Cariacica para a Capital via Segunda e Cinco Pontes.

Segundo informações de testemunhas no local, o motorista estava subindo a via, mas não teria conseguido seguir com o veículo, que começou a voltar. A carreta bateu no poste e acabou tombando. O acidente aconteceu por volta das 5h30 da manhã.

De acordo com a Guarda Municipal, o veículo estava com peso bruto total (PBT) de 45 toneladas, quando o máximo permitido para veículos de carga no centro da Capital é de 16 toneladas.

Por esse motivo, o motorista da carreta foi autuado por "trafegar com veículo com suas dimensões superiores aos limites estabelecidos pela sinalização vigente", de acordo com nota enviada pela Guarda Municipal. A infração é considerada grave e gera multa de R$ 195,23.

Ver comentários