Notícia

Com casa alagada, diarista perde fogão e geladeira no dia do aniversário

Marilza passou a noite tentando limpar a casa atingida pela chuva

O que era para ser um dia de festa virou um dia para contabilizar prejuízos. Bem no aniversário da diarista Marilza Vieira Martins, que mora na Rua João Bastos Vieira, em Ilha de Santa Maria, Vitória, a casa dela ficou alagada por causa da chuva. Na manhã desta segunda-feira (15), ela conversou com a reportagem da CBN Vitória. 

Um presentão. Pensei em ir na rua fazer uma compra, comprar uma coisa bonita para vestir, mas vou ter que ficar limpando. O dinheiro do meu presente vou ter que dar entrada em uma geladeira e ficar pagando prestações a Deus dará
Marilza Vieira

Dessa vez, a água invadiu rapidamente residência e a diarista perdeu vários móveis com o alagamento.

"Pensei em ir pra rua fazer compras, comprar uma roupa bonita para vestir. Vou ter que ficar limpando, limpando e o dinheiro do meu presente vou usar para comprar uma geladeira com prestações a Deus-dará"

Segundo Marilza, pelo menos uma vez por ano a casa dela alaga, porque as galerias estão sempre entupidas.

 

> Chuva forte deixa ruas e casas alagadas na Grande Vitória

"Foi muito rápido. Parecia uma tromba d'água. Quando desci para ver a minha mãe, que tem 87 anos, a água entrou direto e não deu tempo de salvar nada. Foi muito rápido. Eu perdi a geladeira, acho que o fogão também danificou porque entrou bastante água, compra que estava no andar de baixo", contou.

A Defesa Civil de Vitória informou que a capital registrou, somente na madruga desta segunda-feira (15), índice de chuvas de 108,5 milímetros, dez vezes mais que o previsto. O volume previsto por institutos de meteorologia somente para esta segunda-feira (15) era de 10 milímetros. O órgão informou ainda que foram atendidos nove chamados. 

Os bairros mais afetados foram Ilha de Santa Maria, Ilha de Monte Belo e Jucutuquara, onde várias ruas ficaram tomadas pela água. Em Ilha de Santa Maria, uma maternidade também foi invadida pela água, mas o atendimento não foi afetado porque o alagamento atingiu setores administrativos

> Chuva alaga maternidade e causa prejuízos na Grande Vitória

Com informações de Caíque Verli

Ver comentários