Notícia

Do cinza ao colorido, comunidade se une para mudar praça em Timbuí

Com mobilização por meio de grupo do WhatsApp, moradores se uniram para reviver canteiros da praça do distrito

Canteiros com pneus pintados e mudas de plantas
Canteiros com pneus pintados e mudas de plantas
Foto: Érico Falqueto

Um projeto que integrou a comunidade para embelezar as praças do distrito de Timbuí, em Fundão, Região Metropolitana de Vitória. Canteiros antes abandonados, agora estão coloridos e com o verde das plantas.

Leia também

Nascido no Ceará, Mário César Gomes Freire, microempreendedor, veio para o Espírito Santo quando tinha seis anos. Ele conta que, quando chegou em Timbuí, tinham opções de diversão na rua. Campo de futebol, clube, áreas verdes. Hoje, depois de 25 anos, não existe mais nada disso. "As coisas foram se acabando. As praças, antes bem cuidadas e com plantas, não existiam mais".

> Menos de 5% do lixo recolhido é reciclado na Grande Vitória

Triste com essa situação, Mário teve a ideia de mudar o cenário do bairro. Ele sabia que, para isso, precisaria da ajuda da comunidade. Pensou no que poderia ser feito para começar a “reforma” e compartilhou com os moradores que fazem parte de um grupo do Whatsapp. Todos se animaram e apoiaram a ideia.

 

 

MÃOS À OBRA

Moradores da comunidades preparando os canteiros para receber as plantas
Moradores da comunidades preparando os canteiros para receber as plantas
Foto: Érico Falqueto

A comunidade pequena, porém muito unida, começou a executar o projeto. O foco era trazer vida aos canteiros abandonados. Com o amigo Érico Falqueto, empresário, Mário conseguiu terra e palha de café e os dois fizeram um adubo para colocar dentro dos canteiros. Passados alguns dias, pneus e garrafas pets começaram a ser pintados pelos moradores. No dia 25 de março, foram colocados em volta dos canteiros para receber mudas de plantas.

> Municípios que dão bons exemplos na gestão do lixo

Visando integrar ainda mais a comunidade, surgiu a ideia de convidar as crianças do CMEI Arlinda Medici Pedrini, escola do bairro, para participar. A diretora da creche abraçou a ideia e no dia 29 de março as crianças contribuíram com muito carinho, plantando as mudinhas.

 

 

Pensei em chamar as crianças porque tenho um filho de dois meses. Isso aflorou em mim o sentimento de envolver não apenas os adultos, mas também os pequenos. Quero que no futuro meu filho tenha um lugar bonito e verde para brincar
Mário César

Após quase dois meses, desde a idealização do projeto, hoje os canteiros estão renovados e a comunidade está ainda mais unida. Todos se preocupam em regar as plantinhas e cuidar para que ninguém destrua o que foi construído.

Crianças da escola CMEI Arlinda Medici Pedrini no dia de plantar as mudas de plantas
Crianças da escola CMEI Arlinda Medici Pedrini no dia de plantar as mudas de plantas
Foto: Érico Falqueto

Com pouco dinheiro e muita vontade, Mário, Érico e tantos outros conseguiram transformar o cinza em um colorido que, com cuidado e preservação, tem tudo para inspirar outras comunidades a se unirem para construir um futuro mais bonito.

VEJA FOTOS