Notícia

Festival da Torta Capixaba movimentará R$ 700 mil na economia local

São mais de 30 expositores que devem atender cerca de 8 mil pessoas nos quatro dias de festas

Simone Leal, uma das expositoras do Festival da Torta Capixaba
Simone Leal, uma das expositoras do Festival da Torta Capixaba
Foto: Caíque Verli

Uma das mais tradicionais festas gastronômicas de Vitória, o Festival da Torta Capixaba, movimenta a economia da Ilha das Caieiras. São mais de 30 expositores que devem atender cerca de 8 mil pessoas nos quatro dias de festas, injetando cerca de R$ 700 mil na economia local.

O festival começou na última quinta-feira (18) e prossegue até o Domingo de Páscoa (21). O grande dia de movimentação aconteceu nesta sexta-feira (19). Uma das expositoras, Simone Leal, conta que antes mesmo do fim da manhã, as tortas tradicionais produzidas por ela já estavam praticamente esgotadas. 

"Eu não estou conseguindo fazer entrega. Eu só tenho meio quilo da minha torta tradicional. E acordei às 4h para produzir tudo, já fiz três panelas", relata.

Priscila Soares, que é vigilante, veio com um grupo de mais de 10 pessoas lá de Vila Velha para curtir o festival na Ilha das Caieiras
Priscila Soares, que é vigilante, veio com um grupo de mais de 10 pessoas lá de Vila Velha para curtir o festival na Ilha das Caieiras
Foto: Caíque Verli

Na região onde acontece o festival, muitas famílias e amigos foram curtir o feriado. A Priscila Soares, que é vigilante, foi acompanhada de um grupo de mais de 10 pessoas de Vila Velha, tudo para curtir o festival na Ilha das Caieiras, em Vitória. "Viemos em família, amigos. E estamos gostando muito da moqueca, da torta capixaba, da paisagem, do atendimento que é ótimo", opinou.

Serão cinco toneladas de torta produzidas até o domingo (21). A mais pedida é a tradicional, com todos os mariscos. Mas há também a torta especial, para quem tem alergia a mariscos, apenas com bacalhau e palmito, e até a torta vegetariana, para quem não come peixes e mariscos.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento, Inovação e Turismo de Vitória (CDV), Leonardo Krohling, destacou a importância do festival para comunidade. "As pessoas trabalham três meses antes para fazer essas toneladas de torta. É uma oportunidade de renda para aquela comunidade. É um impulso muito grande para aquelas desfiadeiras", ressaltou o secretário.

O quilo da torta capixaba é vendido por R$ 100,00. A iguaria também pode ser encontrada em unidades fracionadas de 100 e 500 gramas. O Festival da Torta Capixaba vai até domingo, de 9h até 18h.

 

Ver comentários