Notícia

Mesmo sem chuva, rua alaga em Vitória

Moradores do bairro Ilha de Monte Belo foram surpreendidos na tarde desta sexta-feira

Moradores reclamam de maré alta na rua Jaime Villas Boas, Ilha de Monte  Belo, em Vitória
Moradores reclamam de maré alta na rua Jaime Villas Boas, Ilha de Monte Belo, em Vitória
Foto: Selma Madeira

Apesar de ainda não ter chovido nesta sexta-feira (19) em Vitória, moradores da rua Jaime Villas Boas, no bairro Ilha Monte Belo, sofreram com alagamento na rua e em algumas casas. Eles reclamam da maré alta, que estaria provocando que a água voltasse pelos ralos das casas e da rua, ocasionando a situação.

A autônoma Selma Madeira, moradora de uma das casas atingidas, disse que precisou usar botas para sair de casa, e que a água subiu cerca de 30 centímetros.

> Vitória registra em 24 horas 90% da chuva esperada para o mês inteiro

" Temos um problema com a maré alta, que ultimamente tem enchido boa parte da rua. Caso volte a chover forte como nessa última semana, o risco de alagamento numa hora dessas é dobrado. Precisamos de uma solução da Prefeitura de Vitória. E também teve uma manutenção na rede de esgoto que parece ter piorado nossa situação", relata Selma.

O pedreiro Milton Costa, que mora na região há quatro meses, se diz surpreso e indignado com a situação. 

"A água está saindo no ralo das casas. Tem morador que já perdeu geladeira, roupas. Nesta sexta-feira, a água começou a subir por volta das 13h. Imagina se tivesse chovido, como estaríamos? E quem vai ressarcir o prejuízo destas pessoas? Alguma coisa tem que ser feita, com urgência", desabafa o morador. 

A Prefeitura de Vitória, por meio de nota, comentou a situação e disse que está planejando soluções para o problema que aflige a população local.

"A Prefeitura de Vitória informa que as ruas da região integram a Bacia de Drenagem João Santos Filho, que fica abaixo do nível do mar. Ações para solução dessa situação estão sendo planejadas e devem ser iniciadas no segundo semestre. A equipe da Central de Serviços também informa que todas as estações de bombeamento da cidade estão funcionando normalmente e que faz a desobstrução e limpeza das caixas ralos constantemente, como forma de prevenir transtornos. Por fim, a Central pede que a população contribua, evitando jogar lixo na rua, o que obstrui a rede."

A Cesan também foi demandada e enviou a seguinte nota. "As redes de esgotamento sanitário recebem manutenção com frequência. Essa região está abaixo do nível do mar sendo afetada por ação voluntária da natureza, como maré alta. A Cesan pode ser acionada pelo telefone 115, a ligação é gratuita e atende 24 horas por dia."

Ver comentários