Notícia

Universitário baleado nas costas por PM recebe alta e volta para casa

Caio Rodriguez, de 24 anos, levou um tiro nas costas no último dia 30. Ele recebeu alta nesta sexta-feira (12). Policial segue preso no Quartel de Maruípe

Flavia da Veiga e o filho Caio Rodriguez, de 24 anos, que foi baleado nas costas no último dia 30
Flavia da Veiga e o filho Caio Rodriguez, de 24 anos, que foi baleado nas costas no último dia 30
Foto: Reprodução/Instagram

Depois de 13 dias internado, o universitário baleado nas costas por um policial militar no último dia 30 finalmente teve alta e foi para casa nesta sexta-feira (12). Nas redes sociais, Caio Rodriguez de Oliveira, de 24 anos, agradeceu aos amigos e aos familiares por todo apoio que tem recebido. A mãe do jovem, a publicitária Flavia da Veiga, também compartilhou um relato emocionante. Segundo relato da mãe, a cirurgia foi um sucesso, mas a família ainda não sabe quando Caio voltará a andar. 

“Não sou muito de fazer vídeos assim, mas hoje completam 13 dias desde que fui baleado covardemente e hoje estou em casa cercado de pessoas que me amam, que me apoiam, que nunca desistiram de mim e que me deram força para eu continuar minha luta”, disse o jovem nos Stories do Instagram.

Já a mãe, Flavia, disse que ter ouvido do filho que ele tinha levado um tiro nas costas foi a pior frase que já ouviu na vida. “Entrei no carro rumo à Ponta da Fruta, local do incidente, sem saber se chegaria a tempo de ver meu filho vivo. Foram os 20 minutos mais difíceis da minha vida.” Ela destacou que a cirurgia de Caio foi um sucesso. "Ainda temos um longo e doloroso caminho a seguir. Não sabemos quando meu filho voltará a andar. Mas temos a certeza que um dia esse dia chegará", declarou. 

O CRIME

Caio saiu da Praia da Costa, em Vila Velha, onde mora, dirigindo um Volkswagen Voyage. No veículo, estavam o jovem e o cachorro dele. O universitário seguia para a casa de um amigo no bairro Ponta da Fruta, no mesmo município. Em declaração à polícia, o jovem disse que parou em um semáforo quando um homem em uma moto vermelha emparelhou com o carro dele e, sem falar, já apontou uma arma.

Assustado, o jovem contou que acelerou o carro. Nisso, o suspeito efetuou um disparo. O tiro passou pela porta do veículo e atingiu as costas do Caio. O rapaz perdeu o controle da direção e foi parar dentro de um matagal no acostamento da pista, às margens da rodovia. 

Em estado grave, Caio passou por uma cirurgia para a retirada da bala. A informação era de que o jovem tinha somente 10% de chance de voltar a andar.

Apesar do pânico, Flavia contou que assim que soube do ocorrido entrou em estado de oração e fé. Ela disse que pedia a Deus desesperadamente para que o filho estivesse vivo. Para ela, ter o encontrado com vida foi um milagre. “Hoje, treze dias depois, meu filho teve alta do hospital. Foram dias de tristeza, fé, gratidão, esperança, dor, tudo junto e misturado. E de lá para cá, entendi que tudo foi um milagre. O primeiro milagre foi meu filho estar vivo. E é esse milagre que me faz acordar todos os dias agradecendo.”

VEJA A PUBLICAÇÃO DA MÃE NA ÍNTEGRA

 

POLÍCIAL ESTÁ PRESO NO QUARTEL DE MARUÍPE

Leia também

O policial militar Alex Lopes Neves, 32, foi preso na noite do último dia 3 por tentativa de homicídio contra o universitário. Pela placa da moto, os policiais chegando ao PM. Na ocasião, ele foi levado à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Vila Velha e de lá foi transferido para o Quartel da Polícia Militar em Maruípe, em Vitória.

A Polícia Civil realizou perícia no carro do universitário no mesmo dia da ocorrência. A arma do policial foi apreendida.De acordo com o delegado Alan de Andrade, Alex ficará preso por 30 dias. A prisão pode ser prorrogada em mais 30 dias, dependendo dos resultados da investigação do caso.

APOIO DE PERSONALIDADES DO ESPORTE

Caio aproveitou as redes sociais e agradeceu por cada oração, cada mensagem e cada vídeo que recebeu como mensagem de apoio. Segundo o universitário, foi esse carinho que deu força para ele continuar a luta. Em seguida, Caio compartilhou vídeos de personalidades reconhecidas do cenário esportivo brasileiro e mundial manifestando apoio ao jovem.

Entre as figuras, o jogador da Seleção Brasileira de Futebol de Areia, Bruno Xavier, afirma que todo mundo está em oração e diz para o universitário não perder as esperanças e confiar em Deus.

O ex-atacante do Flamengo Obina; o surfista Filipe Toledo; o jogador do Cruzeiro e capixaba, Pedro Rocha; o capixaba e ex-jogador do Vasco Geovane Silva; além do capixaba e dirigente do Paris Saint-Germain, Maxwell também deixaram uma mensagem positiva para o universitário.

Ver comentários