Notícia

Vitória poderá ter aval para voo internacional até a próxima semana

A Gol enviou um representante para a vistoria e disse que o primeiro voo internacional, de Vitória para Buenos Aires, deve acontecer seis meses após a conclusão da internacionalização do aeroporto

Visita na área de embarque e desembarque internacional do Aeroporto de Vitória
Visita na área de embarque e desembarque internacional do Aeroporto de Vitória
Foto: Vítor Jubini

O Aeroporto de Vitória deve ter o aval para receber voos internacionais até a próxima semana. A informação é do secretário nacional de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura, Ronei Glanzmann, que esteve na capital nesta quarta-feira (24) para visitar a nova área destinada ao embarque e desembarque internacional.

A Gol Linhas Aéreas enviou um representante para a vistoria e disse que o primeiro voo internacional, de Vitória para Buenos Aires, deve acontecer seis meses após a conclusão da internacionalização do aeroporto. Inicialmente, o voo será semanal, aos sábados.

Segundo o secretário de Aviação Civil, o governo investiu R$ 60 mil para as adequações exigidas pelos órgãos de controle de fronteira: Receita Federal, Polícia Federal, o Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional e a Anvisa.

"A estrutura está muito bonita, atendendo a todos os critérios de segurança da Polícia Federal, da Receita Federal e também de acessibilidade. Teremos o embarque internacional acontecendo no pavimento de cima e o desembarque pelo pavimento de baixo. Isso atendeu a todos os critérios se segurança, tanto da Receita, quanto da Polícia, da Anvisa e da Vigiagro (Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional)", detalha. 

Visita na área de embarque e desembarque internacional do Aeroporto de Vitória
Visita na área de embarque e desembarque internacional do Aeroporto de Vitória
Foto: Vítor Jubini

A obra envolveu a separação dos ambientes internacional e doméstico no embarque e desembarque, além de balcões de atendimento e pontos de rede, telefonia e energia para os órgãos de controle de fronteira. Dessas instituições, segundo Ronei Glanzmann, só falta o aval da Receita para buscar junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) a autorização para que o aeroporto opere voos internacionais.

"A Polícia Federal, a Anvisa e a Vigiagro já emitiram seus pareceres. O último órgão a fazer é a Receita Federal. Nós já temos a anuência da delegacia aqui de Vitória e agora está na Superintendência Regional no Rio de Janeiro e talvez até nesta semana ainda ou na próxima semana teremos a declaração de alfandegamento desse terminal de passageiros", explica. 

Em Vitória, o secretário Nacional de Aviação Civil e a presidente da Infraero, Martha Seillier, também divulgaram informações de uma pesquisa sobre a satisfação do passageiro no primeiro trimestre de 2019. A pesquisa colocou o terminal de Vitória como o melhor da categoria que movimenta até 5 milhões de passageiros ao ano. Numa escala de 1 (muito ruim) a 5 (muito bom), o terminal recebeu nota 4,61.

Dos 32 indicadores avaliados na pesquisa, o aeroporto de Vitória teve melhora em 30 dele. Vitória levou as duas melhores notas de todos os aeroportos nos quesitos sobre limpeza dos sanitários (4,65) e disponibilidade de vagas no estacionamento de veículos (4,56). Por outro lado, o terminal recebeu notas abaixo da média em alguns indicadores, como qualidade da internet/wi-fi disponibilizada pelo aeroporto (3,51), custo-benefício dos produtos comerciais (3,25) e dos produtos de lanchonetes e restaurantes (2,91).

Ver comentários