Notícia

Boato de 2015 sobre rachadura na Segunda Ponte volta a circular no ES

A foto, feita em 2014, é da Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, e mostra a junta de dilatação da estrutura. Não há rachadura na Segunda Ponte

A ponte que aparece na foto, que foi novamente compartilhada, é da Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, e a "rachadura" se trata, na verdade, da a junta de dilatação da estrutura
A ponte que aparece na foto, que foi novamente compartilhada, é da Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, e a "rachadura" se trata, na verdade, da a junta de dilatação da estrutura
Foto: Arquivo/GZ

Um boato espalhado em 2015 sobre o que seria uma rachadura na Segunda Ponte voltou a circular esta semana entre os capixabas por meio de redes sociais. Acontece que a ponte que aparece na foto, que foi novamente compartilhada, é da Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro, e a "rachadura" se trata, na verdade, da junta de dilatação da estrutura.

O WhatsApp do Gazeta Online recebeu na manhã desta quarta-feira (15) ao menos 10 envios da mesma foto com o falso aviso de que a rachadura estaria aumentando e que as pessoas deveriam tomar cuidado ao trafegar pelo local.

Alguns internautas acreditaram veementemente naquilo que leram via "corrente" no aplicativo.

NÃO HÁ RACHADURA

A imagem que circula foi registrada no início do ano de 2014 por uma mulher que passeava de barco pela região da Ponte Rio-Niterói. Ela passou por baixo da construção, fez o registro e publicou nas redes sociais. Foi o suficiente para gerar alarde entre cariocas e fluminenses, que também acharam que a ponte Rio-Niterói cairia.

Com milhares de compartilhamentos da falsa informação, a concessionária que administra a ponte Rio-Niterói fez um esclarecimento público, em abril de 2014. De acordo com a CCR Ponte, que administra a construção, toda ponte de grandes dimensões tem esse "vão", que acomoda a movimentação da estrutura em função das variações térmicas. A abertura serve para impedir fissuras nas lajes e vigas.

Veja a nota da concessionária, na íntegra, divulgada na ocasião sobre a foto

"Uma foto está sendo postada nas redes sociais mostrando uma junta de dilatação na Ponte Rio-Niterói, que vem sendo confundida com uma rachadura. A CCR Ponte esclarece que esta abertura é necessária e consiste em uma separação física entre as duas partes de uma estrutura, para que estas possam se movimentar sem transmitir esforços entre si. Toda ponte de grandes dimensões precisa deste tipo de abertura para acomodar a movimentação da estrutura em função das variações térmicas, evitando tensões indesejáveis, o que poderia ocasionar fissuras nas lajes e vigas. Existem várias juntas como esta ao longo da Ponte Rio-Niterói. No trecho sobre o mar, essas aberturas ocorrem a cada 400 metros, em sua maior parte, e têm cerca de 13 centímetros de abertura. Nos acessos Rio e Niterói, ocorrem a cada 30 metros, aproximadamente, e têm cerca de três centímetros de abertura".

 

 

Ver comentários