Notícia

Chuva no ES: mais de 80 pessoas passam a noite em abrigo em Vila Velha

Entre os desalojados está uma grávida de oito meses, que perdeu tudo, até o enxoval do bebê

Chuva no ES: mais de 80 pessoas passam a noite em abrigo em Vila Velha
Chuva no ES: mais de 80 pessoas passam a noite em abrigo em Vila Velha
Foto: Vitor Jubini | GZ

Oitenta e quatro pessoas que tiveram as casas invadidas pela água da chuva neste sábado (18), em Vila Velha, passaram a noite nas Escolas Municipais Ailton de Almeida e Ilha da Jussara, em Terra Vermelha. Os moradores relatam que já acordaram na madrugada de sábado com a casa tomada pela água.

> Por que tanta chuva de uma só vez?

Grávida de oito meses, Alessandra Dias Chagas, 25 anos, não conseguiu salvar nada. Até mesmo as roupas do bebê foram perdidas. Ela passou a noite no abrigo com o marido e os filhos de três e quatro anos.

Meu filho vai nascer e não tenho nada. Perdemos tudo. As roupas que estamos hoje são doadas

 A dona de casa Tereza Soriano, 58 anos, também passou a noite no abrigo com os três netos adolescentes. "Moro aqui há 18 anos e minha casa nunca tinha entrado água. Perdi guarda-roupa, armário. Consegui suspender a geladeira, mas não sei se vai funcionar", contou.

A dona de casa Tereza Soriano, 58 anos, passou a noite no abrigo com os três netos adolescentes, após ter a casa invadida pela água da chuva em Vila Velha
A dona de casa Tereza Soriano, 58 anos, passou a noite no abrigo com os três netos adolescentes, após ter a casa invadida pela água da chuva em Vila Velha
Foto: Patrícia Scalzer | CBN Vitória

A diarista Valdenice Nascimento também disse nunca ter visto tanta chuva. " Era muita água, apareceu cobra e rato dentro de casa. Fiquei com muito medo. A água chegou até o joelho. Só consegui tirar a geladeira, que ficou em cima da mesa, o resto não salvou nada. Foi muito rápido".

> As fotos mais marcantes da #ChuvaNoES

A secretária de Assistência Social de Vila Velha, Ana Claudia Simões, destacou que apenas nas região 5 houve a necessidade de abrigar algumas famílias. “Na região de Cobilândia foram só desalojados. Eles fizeram o chamado e a Defesa Civil transportou para a casa de parentes”.

Os maiores acumulados de chuva até a manhã deste domingo (19) foram registrados em Cariacica, com 249mm — um volume de três vezes mais do que todo o esperado para o mês de maio —, na Serra, onde foram registrados 228mm e 227,99mm em Guarapari.

> Dia do Caos: a cobertura da #ChuvaNoES

Ver comentários