Notícia

Defesa Civil decreta estado de alerta no ES; há previsão de chuva forte

O maior acumulado de chuva nas últimas 24 horas foi registrado em Cariacica, com 249mm um volume de três vezes mais do que todo o esperado para o mês de maio

Alagamento na Avenida César Hilal, em Vitória
Alagamento na Avenida César Hilal, em Vitória
Foto: Vitor Jubini

Chove forte na Grande Vitória e em vários municípios do Espírito Santo desde a madrugada deste sábado (18). De acordo com a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, o Estado está em alerta. Os maiores acumulados de chuva nas últimas 24 horas foram registrados em Cariacica, com 249mm — um volume de três vezes mais do que todo o esperado para o mês de maio —, na Serra, onde foram registrados 228mm e 227,99mm em Guarapari.

Até as 11h deste sábado (18), a Defesa Civil registrou enxurradas, risco de movimento de massa alto e risco de inundação e acumulado de chuva na Serra. Além disso, um muro caiu sobre parte de uma residência e um talude deslizou atingindo uma casa no bairro Feu Rosa. À noite, por volta das 18h, a situação na cidade piorou. Locais com grandes índices de alagamento se alastraram por bairros como Central Carapina, Jardim Carapina, Jardim Tropical e Jacaraípe. Até este horário, não havia registros de desabrigados ou desalojados no município.  

> Acompanhe em tempo real os efeitos da chuva no Espírito Santo

Em Cariacica, um muro despencou em Sotema e também foram registrados vários pontos de alagamento. No bairro Itapemirim, outro muro caiu, mas ninguém ficou ferido.

Em Vila Velha, o deslizamento de talude atingiu parte de uma residência em Alvorada. Vários pontos ficaram alagados. Uma residência no bairro Chácara do Conde também foi atingida por um talude.

> Casagrande sobre a chuva: "É preciso mais investimento em infraestrutura"

Em Vitória, foi registrado o maior número de ocorrências pela Defesa Civil Estadual: a abertura de um buraco na parede de uma residência devido ao acúmulo de água, vários pontos de alagamento, desabamento no bairro Novo Horizonte que deixou duas pessoas feridas, um muro de arrimo que desabou no Bairro de Lurdes, uma barreira soltando pedaços em Jucutuquara, um colapso de uma residência no Bairro Universitário, deslizamento de talude no bairro Jucutuquara e telhado com risco de desabamento no Bairro República.

Em Guarapari também foram registrados vários pontos de alagamento. Um talude deslizou e atingiu uma residência no bairro Itapebussu, mas ninguém ficou ferido. Em Viana e Marataízes muitos bairros também ficaram debaixo d'água.

PREVISÃO DE CHUVA FORTE SEGUE ATÉ DOMINGO (19)

De acordo com o Instituto Climatempo, ainda há previsão de mais chuva para este domingo (19) no litoral do Espírito Santo. Há risco de chuva volumosa. A chuva vai parando durante a segunda-feira (20) e o sol aparece. O mar continua muito agitado neste domingo, com risco de ressaca.

O Climatempo afirmou, ainda, que chuva que caiu no Espírito Santo ficou entre as mais elevadas do Brasil no período entre 9 horas do dia 17 e 9 horas do dia 18 de maio.

> Chuva alaga avenida de Guriri, em São Mateus

O Instituto de Meteorologia (Inmet) ainda reforça que pode ocorrer chuva superior a 60 mm/h ou acima de 100 mm/dia. Grande risco de grandes alagamentos e transbordamentos de rios, grandes deslizamentos de encostas, em cidades com tais áreas de risco.

Ver comentários