Notícia

Inscrições para 5 mil vagas do CNH Social começam nesta segunda

As inscrições vão até o dia 15 de maio. Na primeira etapa serão 2,5 mil vagas

CNH Social

Começam nesta segunda-feira (06) as inscrições para o programa CNH Social, que fornece carteiras de motorista de graça, para moradores de baixa renda do Espírito Santo. A renda familiar de cada candidato deve ser de, no máximo, dois salários-mínimos. O candidato também precisa estar inserido no Cadastro Único (CadÚnico), do Governo Federal. O programa vai oferecer 25 mil habilitações em diversas categorias até 2022, com um investimento previsto de 40 milhões de reais. 

Em 2019 serão oferecidas 5 mil vagas, divididas em duas etapas. As inscrições são feitas pelo site do Detran-ESvão até o dia 15 de maio e o resultado com o nome de 2.500 selecionados será anunciado no dia 20 de maio. As 2.500 vagas da segunda etapa serão oferecidas em setembro. 

O diretor-geral do Detran no Espírito Santo, Givaldo Vieira, informou que 2 mil vagas serão para as categorias A ou B (moto e carros de passeio), no caso de quem vai tirar a primeira habilitação. Outras mil vagas são de adição de categoria, para quem, por exemplo, tem carteira de moto e quer uma habilitação para carros de passeio, da categoria B.

 

O governo estadual afirmou que a geração de empregos é o principal foco do programa. Duas mil vagas são para as categorias D (vans, micro-ônibus e ônibus) e E (carretas e caminhões de maior porte). Entre as 5 mil vagas, 250 serão destinadas para pessoas com deficiência.

"Nós estamos aumentando o número de vagas para aquelas categorias em função das quais as pessoas forem auferir renda e conseguir emprego. Maiores oportunidades serão dadas para as categorias profissionais e para adição de categoria, para mais oportunidades de renda", explicou o diretor geral do Detran.

Uma novidade para a nova edição do programa é a criação de uma lista de espera automática durante o processo seletivo. Caso o candidato reprove ou desista do processo, outra pessoa, que está nessa fila, será chamada para preencher a vaga. O participante do programa tem direito a pelo menos uma reprovação durante o curso de formação na autoescola. 

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

A outra novidade do CNH Social é que quem participou da primeira etapa do processo em 2019 vai ter a chance de fazer cursos profissionalizantes para motoristas no segundo semestre.

"Aquele que conseguiu a carteira de motorista através do nosso programa vai ter a oportunidade de fazer um curso profissional para motorista de cargas perigosas ou ambulância, ou para motociclista, podendo conseguir emprego em função dessa habilitação", explicou Givaldo Vieira.

As inscrições para o CadÚnico, visando a segunda etapa do programa, podem ser feitas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de cada município.

PROGRAMA CNH SOCIAL

Vagas oferecidas: 25 mil

Valor investido: R$ 40 milhões

Total de vagas em 2019: 5 mil

Inscrições: site do Detran-ES

Período: 6 a 15 de maio

Resultado: 20 de maio

Critério: Renda familiar de até dois salários-mínimos e estar inserido no CadÚnico

CINCO MIL VAGAS DE 2019

Divisão de etapas: 2.500 vagas em maio e outras 2.500 em setembro

Primeira habilitação (categorias A e B): 2 mil vagas

Adição de categoria: mil vagas

Mudança de categoria (D e E): 2 mil vagas

Deficientes: 250 das cinco mil vagas (5%) serão destinadas para pessoas com deficiência

 

 

Ver comentários