Notícia

Lagoa transborda e água invade casas em Hélio Ferraz na Serra

Aproximadamente 120 moradores de Hélio Ferraz tiveram suas residências alagadas por conta das chuvas que encheram a Lagoa Pau-Brasil

Efeitos da chuva no bairro Hélio Ferraz, na Serra
Efeitos da chuva no bairro Hélio Ferraz, na Serra
Foto: Internauta/TV Gazeta

A Serra foi um dos municípios mais castigados pelas chuvas na Grande Vitória. De acordo com a Defesa Civil do Estado, foram 234,4 mm de chuva nas últimas 24 horas no município. A situação no bairro Hélio Ferraz ficou crítica.

A lagoa Pau-Brasil, localizada perto da empresa Vale do Rio Doce, transbordou na manhã deste sábado (18), deixando aproximadamente 120 pessoas (60 famílias) desalojadas. Muitos deles perderam móveis e utensílios domésticos. O manancial subiu cerca de um metro e meio.

Leia também

No final da tarde, moradores fizeram uma manifestação pedindo providências à prefeitura municipal, acusando a Vale do Rio Doce de não abrir as três comportas que ficam perto da lagoa, prejudicando o escoamento das águas. Além disso, eles afirmaram que houve vazamento de óleo e minério de ferro.

A Defesa Civil da Serra informou que vai disponibilizar o Centro de Convivência da Terceira Idade, do mesmo bairro, para receber quem precisar de auxílio. Além de abrigo, vão oferecer colchões, cestas básicas, cobertores e roupas de cama. A prefeitura não informou se irá investigar os supostos vazamentos tóxicos na lagoa.

VALE

Em nota oficial, a Vale do Rio Doce informou que as lagoas existentes na Unidade Tubarão não possuem nenhum tipo de comporta ou sistema que controle a vazão da água e que a redução do nível da água se dá por processos naturais.

Ainda de acordo com a empresa, com as fortes chuvas que atingiram a Grande Vitória, o nível das lagoas subiu, já que as mesmas recebem toda a água que escorre dos bairros vizinhos.

Ver comentários