Notícia

Mortes durante racha na Terceira Ponte motivam novo protesto em Vitória

Motociclista se reuniram na Praça Costa Pereira no início da noite desta segunda-feira (27)

Concentração de motociclistas na Praça Costa Pereira, em Vitória. Manifestantes protestam contra a morte do casal durante um racha na Terceira Ponte
Concentração de motociclistas na Praça Costa Pereira, em Vitória. Manifestantes protestam contra a morte do casal durante um racha na Terceira Ponte
Foto: Fernando Madeira

Cerca de 30 motociclistas estiveram concentrados na Praça Costa Pereira, em Vitória, na noite desta segunda-feira (27) e se dirigiram no sentido Campo Grande, em Cariacica. Eles protestaram contra a morte do casal Kelvin Gonçalves, 23, e Brunielly Oliveira, 17, ocorrida durante um racha na Terceira Ponte, na última quarta-feira (22).

O trajeto da manifestação incluiu a passagem pela Jerônimo Monteiro, a qual teve todas as faixas interditadas, Ilha do Príncipe, BR 262, entrada de Campo Grande, Expedito Garcia e a Praça de Campo Grande.

O trânsito seguiu congestionado até a altura da Defensoria Pública Estadual, no Centro de Vitória.

Por volta das 19h50, o grupo subiu a Segunda Ponte. Eles fizeram o protesto empurrando as motos, de forma lenta. Às 20h10, se prepararam para um momento de oração. Por volta das 20h20, o ato em cima da ponte foi encerrado. O grupo seguiu para outro ato na Praça de Campo Grande, em Cariacica.

VEJA FOTOS

MORTES NA TERCEIRA PONTE

Era madrugada desta quarta-feira (22) quando um casal, que trafegava de moto pela Terceira Ponte, foi atingido por dois veículos, um Audi 1 e um Toyota Etios. Os namorados Kelvin Gonçalves dos Santos, 23 anos, e Brunielly Oliveira, 17, morreram na hora.

Kelvin e Brunielly voltavam pra casa, por volta das 2h da madrugada, quando foram atingidos pelos veículos. De acordo com um sargento do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, que estava na ocorrência, o Audi acertou a moto, o Etios veio depois e também atingiu o casal. O casal foi encontrado cerca de 150 metros antes dos três veículos.

> Morre Gabriel Diniz, cantor de "Jenifer", em acidente de avião

ADVOGADO E ESTUDANTE BEBERAM ANTES DE ACIDENTE

O advogado Ivomar Rodrigues Gomes Júnior e o estudante de Engenharia Oswaldo Venturini Neto, de 22 anos, estavam em uma boate de Vila Velha e beberam antes do acidente. A informação é do delegado Ney Fanfa Ribas Neto, plantonista da Delegacia Regional de Vitória, para onde a ocorrência foi levada. Eles foram indiciados por dois homicídios com dolo eventual e embriaguez ao volante.

O delegado afirmou que, apesar da negativa do teste do bafômetro, e da recusa do teste toxicológico no DML, testemunhas confirmaram que os dois estavam embriagados. Informações preliminares da Polícia Civil reforçam a suspeita de que o advogado e o estudante estariam disputando um racha.

> Vítimas de acidente em Muqui seguiam para o trabalho

Ver comentários