Notícia

Obra do Contorno do Mestre Álvaro vai gerar 430 vagas de emprego

A primeira fase da obra teve início nesta segunda-feira (13) e irá gerar empregos na construção civil

Traçado do Contorno do Mestre Álvaro: obra está quatro anos atrasada.

A obra do Contorno do Mestre Álvaro irá gerar 430 empregos diretos na área da construção civil. As pessoas que tiverem interesse devem deixar o currículo no canteiro de obras a partir do dia 14 de junho. A primeira etapa da obra ocorreu nesta segunda-feira (13).

Segundo a Prefeitura da Serra, por meio de nota, as vagas serão oferecidas pelo consórcio Contractor, empresa responsável pela obra. Os interessados devem procurar o canteiro de obras, localizado próximo à pedreira Ibrata, no distrito de Queimado, na Serra.

>  Vale abre 140 vagas de estágio com bolsas de até R$ 1,3 mil

No entanto, a prefeitura não especificou para quais cargos seriam. “A empresa realizará contratações para o início das obras de imediato e novas admissões serão realizadas no decorrer das intervenções”, disse em nota.

INÍCIO 

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) informou, por meio de nota, que os trabalhos para as obras no Contorno Rodoviário do Mestre Álvaro, na rodovia BR 101, foram iniciados nesta segunda-feira (13).

Ela consiste na mobilização da equipe envolvida – cerca de 100 operários –, com reuniões e palestras sobre o projeto e sobre a importância da segurança no trabalho. “Nos próximos dias será feita a montagem da estrutura para os trabalhadores e a topografia da área. Os serviços com máquinas no canteiro de obras devem se iniciar na próxima semana”, informou em nota.

Leia também

A obra de 19,7 km com pistas duplas vai tirar cerca de 35% do trânsito pesado que passa pela área urbana da BR-101 na Serra. A estrada sairá da rodovia do Contorno de Vitória, na altura de

Cariacica

, até a região próxima ao posto da

Polícia Rodoviária Federal (PRF)

, em Serra-Sede.

O grande objetivo da rodovia é tirar o tráfego pesado e de longa distância da BR-101 no trecho urbano do município da Serra, principalmente, no trecho de Jardim Limoeiro e Carapina, considerado um dos mais perigosos da rodovia. A expectativa é de que mais de 15 mil veículos deixem de circular pela região todos os dias.

O novo acesso rodoviário deve também desafogar um gargalo logístico importante na região metropolitana da Grande Vitória, diminuindo a distância entre os municípios de Serra e Cariacica em 15 quilômetros e servindo como alternativa para a passagem de veículos pesados.

O investimento total da obra soma cerca de R$ 290 milhões. Um total de R$ 100 milhões já foi depositado e está garantido pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para a realização da obra. A previsão é que o trecho seja entregue no máximo em três anos.

> Ifes abre mais de 1,1 mil vagas em cursos técnicos de graça

Pelo menos desde 2008 aguarda-se a construção do Contorno do Mestre Álvaro. O contrato finalmente foi assinado em 2014, mas a obra sofreu sucessivos atrasos por causa de pendências no Tribunal de Contas da União (TCU), desapropriações e pelo atraso do licenciamento ambiental. No último dia 30 de abril o governador Renato Casagrande foi a Brasília para participar da assinatura da ordem de serviço junto ao ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

ILUMINAÇÃO 

A Prefeitura da Serra, por meio da Secretaria de Serviços (Sese), irá investir cerca de R$ 2,5 milhões em iluminação pública na BR-101. O local vai receber mais de 200 novos postes de iluminação e todo o trecho entre a região de Carapina e Divinópolis receberá luminárias de LED. A previsão é que as obras comecem a partir de julho deste ano.

 

 

Ver comentários