Notícia

Avanço da erosão marinha preocupa empresários e moradores de Manguinhos

Moradores reclamam que problema existe há anos e não há intervenção da prefeitura; secretário de Meio Ambiente diz que um estudo está sendo realizado

Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Foto: Vitor Jubini

Um problema recorrente na praia de Manguinhos, no município da Serra, vem trazendo transtornos para os moradores, banhistas e turistas que frequentam o local. É que, com o avanço da erosão, quem mora na região tem enfrentado obstáculos até para entrar dentro da própria casa. De acordo com a moradora Angela Machado, o problema da erosão ocorre em toda orla

VEJA VÍDEO

A reportagem do Gazeta Online esteve no local. Algumas partes da Praia dos Fachos, também em Manguinhos, por exemplo, estão isoladas com fitas amarelas. Ainda tem uma grande quantidade de terra vermelha na praia, e os moradores informaram que o material foi colocado lá pela própria prefeitura.

Na Praia dos Fachos, as pessoas não conseguem descer para o mar. Hoje querem colocar terra vermelha em uma área que deveria colocar só areia, de preferência, areia lavada de rio. Além disso, temos todo um problema das ruas ficarem interditadas por causa do avanço do mar
Angela Machado, moradora de Manguinhos

A moradora diz que ela e outros vizinhos esperam que a Prefeitura da Serra faça um trabalho bem feito. "Manguinhos é um lugar bucólico onde vivem turistas e é tratado não sei nem como... Se é que existe algum tipo de tratamento", disse.

Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Foto: Vitor Jubini

COMERCIANTE QUESTIONA

Suely Milagres, dona de um restaurante famoso na região, tem comércio no local há 26 anos, e diz que esse problema é recorrente na localidade de Manguinhos. "Essa erosão específica ficou na última chuva forte que teve, em 18 de maio. Os restaurantes antigos, como o meu e alguns outros, têm um público de refeições — que não vem por causa da praia, e sim para degustar o que o restaurante oferece", explica.

A Serra é um município de negócios dividido em grandes indústrias e o litoral, que está bem mal. Quando fazem serviço, não dura um mês. Na primeira chuva, já está tudo desmanchando. O mar realmente está avançando. Hoje, temos um terço do que tínhamos há 10 anos
Suely Milagres, comerciante

Além de apontar as falhas da Prefeitura da Serra, Suely ainda diz que o trabalho da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) no balneário é totalmente inadequada. "Vocês precisam ver a situação, desperdício de água, vazamentos, canos rompidos por toda a orla... Isso contribuiu com a chuva e devastação, é falta de manejamento adequado", relata.

Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Foto: Vitor Jubini

AS PECULIARIDADES DA PRAIA DE MANGUINHOS

De acordo com a professora de Oceanografia da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), Jacqueline Albino, a erosão pode ser diferente dependendo da praia. "Tem praias que são largas, tem dunas. E, quando o mar sobe, seja pelo vento, tempestade, ciclone, algumas praias têm condição de se adaptar, outras não", detalha. Assim como outras praias da Serra, Jacqueline detalha que Manguinhos tem uma geomorfologia muito específica, com terraços duros, que ficam visíveis na maré baixa.

"Isso se chama terraço de abrasão marinha — é um tipo de material que o mar trabalhou. Esse material é impermeável, como uma rocha dura. Quando tem lua cheia, onda alta, igual semana passada, previsão de ressaca... O nível das águas aumenta. Quando a onda chega, existe um aumento relativo do nível do mar junto da costa. Se a água não infiltra, ela sobreleva na praia. Se não infiltra, vai empurrando e subindo com todo esse processo de subida, que causa inundação costeira", explicou.

> FOTOJORNALISMO | Erosão marinha em Manguinhos, na Serra

A professora detalha que Manguinhos é uma das praias da Serra que sofre com esse problema de inundação. "Quando tem tempestade, toda a praia é coberta pelas águas do mar e, como essa praia é muito estreita, quando há o retorno das ondas, ela leva sedimentos e vai abaixando a praia. Entre a areia e fluxo das ondas, tem o o substrato impermeável. Isso vai abaixando a praia", disse. 

A praia é inundada pelo mar, quando chove. Cada vez que a água abaixa, lugares mais graves de erosão são formados. É onde tem sangradouro: que é onde sai a água pluvial da urbanização. Com a ressaca recente, cada praia responde diferente

Questionada se argila é o melhor material para ser utilizado como paliativo pela Prefeitura da Serra, a oceanógrafa detalha que a argila pode ter um comportamento coesivo e, de repente, pode ser dura de tirar. "Talvez, o que podemos dizer, é que um estudo tem que ser feito para avaliar o melhor material a ser utilizado ali naquela área. Se essa argila é coesiva, ela pode não sair, mas com o tempo vai saindo com o ataque do mar", explicou.

Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Orla de Manguinhos, na Serra, sofre com erosão causada pelo mar
Foto: Vitor Jubini

Com as águas batendo e tirando sedimento da argila e levando para o mar, Jacqueline explica que a água pode ficar turva, poluída e, com isso, vai diminuir a luz na água e criar um grande problema para a vida marinha — como os fitoplânctons, zooplânctons, algas e moluscos. 

Esses animais nao gostam de água turva. Pode desencadear uma série de problemas. Esses organismos não podem deixar de existir porque as areias da praia de Manguinhos são 60 a 80 % de conchas. Vem de fragmentos de conchas
Jacqueline Albino, oceanógrafa

O QUE DIZ A PREFEITURA

Acionada pela reportagem do Gazeta Online na terça-feira (4), a Prefeitura da Serra, por meio de assessoria, havia negado a existência de erosão em Manguinhos. Quando informada que um fotógrafo da Gazeta esteve no local, pediu as imagens e respondeu com a seguinte nota: "A Secretaria de Meio Ambiente vai realizar uma vistoria no local na quarta-feira (6) para averiguar a situação e tomar as providências".

Demandada na tarde desta quarta-feira (5) pela reportagem para saber o resultado da vistoria, a Prefeitura da Serra informou, por meio de nota, que uma equipe esteve no local e que um estudo está sendo realizado para apontar as intervenções necessárias no litoral do município. 

> Erosão em Guarapari: comerciantes acumulam prejuízos e pedem solução

O secretário de Obras Zacarias Carrareto informou que a prefeitura contratou um estudo para fazer a recuperação da orla marítima de todo o município da Serra, e afirmou, ainda, que este estudo estaria em fase final. "É um projeto que estuda todo processo para fazer a recuperação da orla. Manguinhos também será contemplado, assim como Nova Almeida, Bicanga, Jacaraípe e outras praias", relatou.

 "Lá é um terreno natural de areia finíssima. Qualquer chuva fica com poça de água, depressões... Quando chove muito, tem qualquer caimento para o lado do mar, a água é carregada para lá e daí faz um caminho e dá uma erosão", disse. 

> Prefeitura promete obra para acabar com erosão na Curva da Jurema

Quanto à "terra vermelha" colocada no local e interdições , o secretário afirmou que mandou aterrar a erosão com argila, "que é mais resistente". 

Isso está sendo executado. É para acabar com aquela erosão. É um paliativo também. A associação de moradores de Manguinhos tem que entrar com pedido solicitando drenagem, pavimentação e esgotamento sanitário do bairro todo
Zacarias Carrareto

 

 

Já a Cesan, que foi questionada sobre os canos quebrados que estão desperdiçando água tratada nas redondezas de Manguinhos, respondeu que um reparo já foi executado. "Uma análise técnica está sendo realizada para identificar a causa da ocorrência para que as medidas corretivas sejam aplicadas", informou em nota.

MAIS FOTOS DA EROSÃO EM MANGUINHOS