Notícia

Espírito Santo tem média superior a dois assassinatos por dia

A quantidade de assassinatos nos primeiros cinco meses de 2019 foi revelada no mesmo dia em que o Atlas da Violência ratificou o aumento da taxa de homicídios em 2017

O Espírito Santo teve uma diminuição na quantidade de homicídios nos primeiros cinco meses de 2019, em comparação com o mesmo período de 2018. Apesar da redução, os números de 2019 ainda representam uma média superior a dois assassinatos por dia no estado. De acordo com números da Secretaria de Segurança do Estado, entre 1º de janeiro a 4 de junho de 2018, foram registrados 521 assassinatos no estado. O mesmo período de 2019 teve 449 homicídios, o que representa 72 mortes violentas a menos de um ano para o outro.

Entre as cinco áreas do Estado onde o levantamento ocorre, a maior diminuição aconteceu na Região Metropolitana, com 38 mortes a menos. Nos primeiros cinco meses do ano passado foram 296 assassinatos, enquanto em 2019 foram 258. A área com uma menor diminuição foi a Região Noroeste, com apenas um assassinato a menos, caindo de 48 para 47.

 

Na Região Sul do estado, a quantidade de mortes diminui de 41 para 28, na Região Norte o número de mortes em cinco meses diminui de 110 para 100. A quantidade de homicídios na região Serrana caiu de 26 para 16.

O secretário de segurança do Estado, Roberto Sá, elogiou a diminuição dos números, mas destacou que os dados não devem ser comemorados.

"Obviamente que a gente não comemora (a redução), porque muitas vidas ainda estão sendo ceifadas. A gente fica com a convicção que está no caminho correto, a estratégia está no caminho certo. O programa Estado Presente foi retomado e ele tem como diretriz a preservação da vida", disse o secretário de segurança.

ATLAS MOSTRA AUMENTO DE HOMICÍDIOS EM 2017

A quantidade de assassinatos nos primeiros cinco meses de 2019 foi revelada no mesmo dia em que o Atlas da Violência ratificou o aumento da taxa de homicídios do Espírito Santo em 2017, ano marcado pela greve da Polícia Militar no estado. Em 2016, a taxa era de 32 mortes por 100 mil habitantes, em 2017, o número saltou para 39,7. A variação foi de 18,5%.

POLÍCIA MILITAR GANHA NOVAS ARMAS

Os dados sobre a queda de homicídios no estado foram obtidos pela reportagem da CBN Vitória durante a solenidade para a entrega de 2.905 pistolas para policiais militares do Espírito Santo, sendo 2.405 no calibre .40 e as outras 500 no calibre 9 mm. O armamento de fabricação austríaca será usado por unidades especializadas da PM.

Durante o discurso feito antes da entrega das armas o governador Renato Casagrande (PSB) fez críticas à possibilidade de flexibilização do porte e da posse de armas, defendida pelo Governo Federal.

"Na hora que a gente entrega a arma para a polícia, é um sinal claro de que quem tem que usar arma é a polícia. Quem tem que fazer esse trabalho e o uso adequado é a polícia, para proteger a sociedade. Na hora que você possibilita que uma pessoa sem treinamento passe a usar arma, essa pessoa pode significar uma ameaça para a sociedade e sua família", opinou o governador.

O governo estadual investiu cerca de R$ 6 milhões na compra das armas. O secretário Roberto Sá afirmou que o estado ainda tem planos de comprar cerca de cinco mil novas pistolas até 2022.

TAXA DE HOMICÍDIOS EM 2019 (1º de janeiro a 4 de junho)

No Estado: 2018 (521) e 2019 (449)

Região Metropolitana: 2018 (296) e 2019 (258)

Região Sul: 2018 (41) e 2019 (48)

Região Serrana: 2018 (26) e 2019 (16)

Região Noroeste: 2018 (48) e 2019 (47)

Região Norte: 2018 (110) e 2019 (100)

Ver comentários