Notícia

Família morta em acidente na BR 101 é velada em Viana

Ozineto, Danielli e Lucca voltavam de uma viagem de férias ao Nordeste quando foram atingidos pelo veículo por volta das 23h de segunda

Pai, mãe e filho estão sendo velados desde a noite desta terça-feira no bairro Canaã, em Viana. A família morreu em um grave acidente evolvendo o carro de passeio onde estavam e uma carreta carregada com granito nesta segunda-feira em Chapada Grande, na BR 101, na Serra.

>Mortes na BR 101: mãe teve sonho com caixões e pediu para filho não viajar

Ozineto, Danielli e Lucca voltavam de uma viagem de férias ao Nordeste quando foram atingidos pelo veículo por volta das 23h. O sepultamento será às 15h desta quarta-feira (12), no cemitério de Vila Bethânia, em Viana.

>Quem são as vítimas do acidente na BR 101 na Serra

No velório, o tecnólogo em logística Sérgio Martins, que é primo de Danielli Martins, falou sobre o estado de saúde do único sobrevivente da família, o menino Gabriel, de 11 anos, que está internado no Hospital Infantil de Vitória. 

“O estado de saúde dele continua grave, essa é a última informação que temos. Avisaram para nós que um novo boletim sobre o estado de saúde dele será divulgado hoje, às 11h. Uma pessoa da família já está encarregada de pegar essa informação e estará no hospital para ter mais detalhes de como ele está”, disse.

O QUE DIZ O DELEGADO

GUARDA

Sobre com quem ficará a guarda da criança, o primo prefere esperar. “O mais o importante é a recuperação dele, é nisso que estamos pensando agora. A gente já conversou um pouco sobre a guarda, já temos uma decisão praticamente acertada, mas não é hora de expor isso. Temos que estar preocupados com a recuperação dele”, enfatizou.

MOTORISTA

“Nós acompanhamos pela imprensa que ele ainda não se apresentou, vi que ele está para se apresentar para a polícia hoje, mas não estamos preocupados com isso agora. Nós estamos preocupados em resolver tudo sobre o enterro, estamos preocupados com a recuperação do Gabriel e não queremos ficar pensando sobre a situação do motorista, não é hora para isso”, afirmou Sérgio.

Ver comentários