Notícia

Família morta em acidente na BR 101 voltava de férias no Nordeste

Nas redes sociais, Danielli postou fotos do passeio em Pernambuco e Alagoas

Pena que acabou, vou embora... mas planejando a próxima, se assim Deus permitir
Danielli Martins, vítima de acidente na Serra

Essas foram as palavras escritas pela Danielli Martins no último domingo, em uma rede social. Ela, o marido e o filho de 1 ano morreram em um grave acidente na BR 101, na Serra, na noite desta segunda-feira (10). A família retornava de uma viagem de férias ao Nordeste.

> Mortes na BR 101: PRF encontra rebite com motorista de carreta

Na manhã desta terça-feira (11), a caminho do Departamento Médico Legal (DML), um primo da vítima, o tecnólogo em logística Sérgio Martins Nascimento, 40 anos, conversou com a reportagem do Gazeta Online. Segundo ele, a prima estava viajando de férias com a família.

Estavam voltando de férias, chegando em casa praticamente. Eu achei que o acidente tinha sido mais longe, para o lado do Norte. De manhã, quando as informações foram chegando, vimos que tinha sido na Serra, perto da Polícia Rodoviária Federal
Sérgio Martins, primo de Danielli

O primo de Danielli afirmou que a família morava em Viana e viajou até o Recife. "Mas não sei o local exato".

Sérgio ficou sabendo da morte dos parentes pelo WhatsApp. "Ficamos sabendo através do grupo de WhatsApp do bairro. Pesquisei com as pessoas lá no bairro e realmente passaram para mim a foto do acidente que tinha acontecido, que tinha vindo a óbito a minha prima, o meu primo e o filho dela e que o outro estava no hospital em estado grave".

A VIAGEM

Em suas páginas nas redes sociais, Danielli postou fotos das férias com a família. Mostrou que tinham passado pela Praia dos Carneiros e de Boa Viagem, ambas em Pernambuco. Também publicou uma foto com o filho menor no colo em Japaratinga, Alagoas.

QUEM SÃO AS VÍTIMAS

- Segundo o primo, Danielli Martins, 34 anos, trabalhava em uma corretora. Ela não tem mais pai nem mãe. O irmão não tinha condições de ir ao DML. Por isso, ele estava a caminho do local.

- Ozineto Rodrigues, 38 anos, marido de Danielli. No Facebook, ele se identifica como Neto Rodrigues.

- Lucca, 1 ano e 4 meses. No dia 07 de fevereiro deste ano a mãe postou uma mensagem em agradecimento pelo primeiro ano do filho caçula.

SOBREVIVENTE

- Gabriel Martins, de 11 anos. Está em estado grave internado no Hospital Infantil de Vitória. Ele estava no banco da frente no momento da batida com cinto de segurança.

Com informações de Karen Benício 

O ACIDENTE

Um acidente envolvendo um carro de passeio e uma carreta que transportava um bloco de granito deixou três mortos da mesma família na noite desta segunda-feira (10), em Chapada Grande, na BR 101, Serra. A ocorrência foi registrada por volta das 23h. 

De acordo com a Eco101, concessionária que administra a via, e com a a PRF, o motorista da carreta fez o teste do bafômetro no local do acidente, que deu negativo. Depois ele saiu, sem autorização, com um amigo, em direção ao hospital Jayme Santos Neves, na Serra, onde ficou internado, com ferimentos leves. Ele saiu do hospital e ainda não foi localizado. 

Apenas uma criança, de 11 anos, sobreviveu e está internada em estado grave no Hospital Infantil de Vitória. O menino teria dado entrada no hospital por volta das 2h. Informações iniciais dão conta de que a criança passou por uma cirurgia e respira com a ajuda de aparelhos.

> Fim de convênio entre ANTT e PRF facilita infrações nas rodovias do ES

O BLOCO DE GRANITO

De acordo com informações do tenente-coronel Carlos Wagner, do Corpo de Bombeiros, o bloco de granito caiu sobre o carro da família.

"O pai, a mãe e o bebê de 1 ano e 4 meses morreram no local. Uma criança de 11 anos foi conduzida por nós com vida até o Hospital Infantil e está entre a vida e a morte", informou Carlos Wagner à reportagem do Gazeta Online.

A PRF confirmou que a carga atingiu o veículo de passeio. "Por volta das 23h ocorreu um acidente com carreta que transportava bloco de granito com destino a Barra de São Francisco, momento em que o referido perdeu o controle em uma curva e tombou com a carga em cima de um veiculo Kia Cerato que vinha em sentido oposto."

COMPRIMIDOS DE REBITE

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrou comprimidos de rebite dentro da carreta que provocou o acidente. A substância, utilizada por vários motoristas de carreta de forma ilegal para não dormir, estavam dentro de uma sacola na cabine do veículo. “Foi encontrado dentro da bolsa dele. Fizemos algumas perguntas no hospital e ele confirmou que era pra ele usar. É uma substância muito utilizada pelos caminhoneiros, mas é proibido porque gera danos colaterais”, pontuou.

Segundo o inspetor, o tacógrafo da carreta, equipamento que mede o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade em que o veículo estava no momento do acidente, foi recolhido para perícia. A investigação é feita pela PRF e pela Polícia Civil.

NOTA IRREGULAR

A nota fiscal da carga estava irregular, com várias informações omitidas, de acordo com o inspetor Davi. “Não sabemos se era omitido, mas estava irregular”, pontuou o motorista.

ECO101

De acordo com o Centro de Controle Operacional (CCO) da Eco101, a ocorrência envolveu um veículo de passeio, um Kia Cerato placas OYE 1562, e uma carreta carregada com granito no km 246,3, em Serra, por volta das 23h.

> Fuga de fiscalização: valor de multa para caminhoneiros cai 90%

Para atendimento da ocorrência foram imediatamente acionados recursos da concessionária (duas ambulâncias, duas viaturas de inspeção e dois guinchos), além do Corpo de Bombeiros, PRF, IML e perícia da Polícia Civil.

Ainda segundo a Eco101, três pessoas que estavam no carro morreram e uma foi atendida e encaminhada ao Hospital Infantil de Vitória. O motorista da carreta se evadiu do local.

"Como a pista é duplicada no trecho, as faixas 1 e 2 do sentido sul ficaram interditadas durante o atendimento da ocorrência e o tráfego seguiu por desvio para a faixa 1 do sentido norte para a faixa 2. O tráfego foi totalmente liberado às 4h14", finaliza a nota.