Notícia

Ifes de Vitória é o melhor instituto federal do Brasil no Enem

Outros cinco institutos federais do Estado figuram entre os dez melhores do país, como Cachoeiro de Itapemirim, Guarapari e Cariacica

Fachada do Ifes Vitória
Fachada do Ifes Vitória
Foto: Ricardo Medeiros | GZ

Pelo terceiro ano consecutivo, o campus do Instituto Federal do Espírito Santo de Vitória (Ifes de Vitória) obteve a melhor nota no Enem em 2018 entre as 647 unidades de institutos federais do país. O levantamento foi feito pela Folha de São Paulo e leva em consideração instituições com mais de 61 alunos que fizeram a prova.

Além do Ifes de Vitória - que teve média de 680.1 pontos na prova objetiva - outros cinco institutos federais do Estado figuram entre os dez melhores do país, como Cachoeiro de Itapemirim (670.6), Guarapari (656) e Cariacica (651). O top 10 inclui ainda unidades de Minas Gerais e São Paulo. A Folha exclui do levantamento escolas com menos de dez alunos do 3º ano no exame e/ou com menos de 50% do total de estudantes na prova.

O campus de Vitória ficou ainda em segundo lugar na classificação de todas as instituições de ensino do Espírito Santo, atrás apenas da escola Leonardo da Vinci, que é particular. “Nós temos provado constantemente que esse é um modelo que dá certo. Todos os dias tem sido nosso desafio mostrar para sociedade e pro Ministério da Educação que vale a pena, que traz resultado. Nossos indicadores são muito bons”, afirma o diretor-geral do Ifes Vitória, Hudson Luiz Côgo.

Segundo ele, apesar de a instituição não focar especificamente para o Enem, a pluralidade de áreas abordadas e o engajamento dos alunos nas atividades garantem o bom resultado. “Esses alunos são constantemente desafiados através de promoção de projetos de pesquisa, monitoria, olimpíadas, participação em eventos acadêmicos,. Temos ainda apoio de atividades culturais, com oficina de música, e também as atividades esportivas. A gente integra várias habilidades desse estudante”, enumera o diretor-geral.

Os dados utilizados no ranking da Folha utilizam informações dos resultados do Enem 2018, ou seja, antes do corte de verbas anunciado esse ano para universidades e institutos federais de todo o país. Porém, Côgo afirma que, no ano passado, a instituição já funcionava com verba reduzida para investimentos. 

> Sem verba, Ifes só funcionará até setembro

“O resultado vem em momento oportuno. Que ele possa trazer para quem não acreditava a confirmação de que vale a pena manter a rede federal de educação profissional”, afirma.

Para o diretor, o mérito recai sobre o trabalho feito pelos alunos e professores durante todo o ano. “É motivo de orgulho para nós.”

O ranking dos 10 melhores institutos federais do país segundo a nota do Enem

Os rankings publicados pelo Gazeta Online seguem o mesmo critério da Folha de São Paulo e considera apenas as instituições com mais de 61 alunos que fizeram a prova. A Folha também exclui do levantamento escolas com menos de dez alunos do 3º ano no exame e/ou com menos de 50% do total de estudantes na prova. Para ver os dados completos que incluem todas as escolas, sem recorte, clique aqui

Ver comentários