Notícia

Mãe de advogado desaparecido confirma morte: "Dor rasgando o coração"

Maria da Penha Toscano disse que buscas estão sendo feitas para encontrar o corpo de Henrique Toscano Campo Dall'Orto

O advogado Henrique Toscano Campo Dall'Orto, de 35 anos, está morto, diz mãe Maria da Penha Toscano
O advogado Henrique Toscano Campo Dall'Orto, de 35 anos, está morto, diz mãe Maria da Penha Toscano
Foto: Reprodução/Instagram

Maria da Penha Toscano, mãe do advogado Henrique Toscano Campo Dall'Orto, de 35 anos, desaparecido desde o último dia 4, confirmou a morte do filho pelas redes sociais. Em sua conta no Instagram, ela escreveu: "Meu filho Henrique está morto. Só sinto a dor rasgando meu coração e consumindo a minha alma. Meu amor eterno por você, meu filhinho". 

Em outro post, Maria da Penha detalha que as autoridades começaram buscas para encontrar o corpo do advogado no mar. "Hoje vão começar as buscas pelo corpo do meu filho. Vocês não imaginam o meu desespero quando olho da varanda da minha casa e vejo o mar sabendo que o corpo do meu filho está lá em algum lugar", fala. 

O motorista de aplicativo que teria sido a última pessoa a ver o advogado alega que foi ameaçado com uma faca pelo passageiro e que o deixou no vão central da Terceira Ponte por volta das 18h20 do último dia 4. Este foi o último dia em que o advogado, que mora sozinho em Jardim da Penha, em Vitória, teve contato com a família.

Por sua vez, a Rodosol, concessionária que administra a Terceira Ponte, informou, por nota, que na terça-feira (4), recebeu solicitação do Ciodes sobre imagens que constatassem que o advogado teria descido do carro em algum ponto da Terceira Ponte, mas que as averiguações não confirmaram nada semelhante no período.

> Preocupada, mãe de advogado desaparecido disse que ainda não havia encontrado pistas

"A Rodosol informa que, no dia 4 de junho, recebeu, via Ciodes, a informação de um suposto suicídio, mas nem as imagens das câmeras de monitoramento e nem as averiguações feitas pelos órgãos competentes e pela equipe de inspeção no momento da denúncia comprovam a ocorrência, não sendo possível a confirmação".

BUSCAS POR CORPO

Questionado, o Corpo de Bombeiros informa que realizou buscas a uma suposta vítima de suicídio no dia 4 de junho, na região próxima à Terceira Ponte, mas nenhum corpo foi encontrado, não podendo assim ser feita a confirmação de que houve o fato. "Novas buscas só são realizadas caso haja indícios de que o corpo esteja em determinado local. Pedimos à população que, caso aviste qualquer pista que possa indicar a presença de uma vítima, que entre em contato pelo 193, que todas as informações serão imediatamente identificadas", diz trecho final da nota enviada ao Gazeta Online.

DESABAFO

“Estamos muito preocupados porque não temos nenhuma pista e isso está me deixando maluca”, relatou a mãe do advogado desaparecido à reportagem, na ocasião em que a morte ainda não havia sido confirmada.

Leia também

À época, a mãe do advogado relatou que chegou a ir ao apartamento do filho, em Jardim da Penha, em Vitória, onde ele mora sozinho, para buscar alguma nova pista sobre o que pode ter acontecido e disse que tudo parecia normal.

Contou ainda que nenhuma roupa foi levada por ele e a família continua buscando imagens de câmeras de segurança do condomínio para confirmar detalhes sobre a saída de Henrique que foi visto pela última vez entrando em um carro. Até a noite de ontem a família continuava sem informações sobre o paradeiro.

Ver comentários