Notícia

Morre aos 77 anos o médico e professor Carlos Sandoval Gonçalves

Sandoval foi responsável pela formação de inúmeras gerações de gastroenterologistas do Hucam; a causa da morte não foi divulgada pela família

Carlos Sandoval Gonçalves contribuiu para o desenvolvimento da gastroenterologia e da hepatologia no ES
Carlos Sandoval Gonçalves contribuiu para o desenvolvimento da gastroenterologia e da hepatologia no ES
Foto: Reprodução

Morreu na madrugada desta quinta-feira (27) o médico e professor Carlos Sandoval Gonçalves, referência em gastroenterologia e com ênfase em hepatologia em todo o Espírito Santo. Sandoval foi responsável pela formação de inúmeras gerações de gastroenterologistas do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam). A causa da morte não foi divulgada pela família.

Carlos Sandoval nasceu em Cachoeiro de Itapemirim em 20 de abril de 1942. Estudou Medicina na Faculdade Nacional de Medicina, no Rio de Janeiro, e se formou em 1965. Ele permaneceu no Rio por mais de dois anos fazendo especialização em gastroenterologia.

Já formado, ele retornou ao Espírito Santo em 1967. Em 1968 iniciou suas atividades como médico voluntário do Hucam, da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). Em 1971 foi aprovado em concurso para professor de Gastroenterologia da Ufes – onde atuou como professor e médico até 2012, quando foi aposentado compulsoriamente.

Durante esses anos, Sandoval contribuiu para o desenvolvimento da gastroenterologia e da hepatologia no Estado. Foi pioneiro na realização de biópsia hepática e da laparoscopia diagnóstica, contribuindo para o diagnóstico de diversas doenças.

A superintendente do Hucam, professora Rita Elizabeth Checon de Freitas Silva, manifestou seu pesar em nome de toda a comunidade hospitalar. 

Lembraremos sempre do Professor Sandoval com grande carinho. É uma referência para a Medicina do nosso Estado. O Hucam está de luto com a perda de um grande professor e pesquisador. Deixou-nos um grande legado na área da Gastroenterologia, especialmente na Hepatologia
Rita Elizabeth Checon de Freitas Silva

Desde 2016, professor Carlos Sandoval dá nome a um dos auditórios acadêmicos mais frequentados do Hucam. Ano passado, em solenidade no Salão Nobre do Palácio Anchieta, em Vitória, recebeu a maior honraria que pode ser concedida pelo Poder Executivo Estadual, a Comenda Jerônimo Monteiro, das mãos do então governador Paulo Hartung.

SEPULTAMENTO

Professor Sandoval deixa a esposa Heloisa, os filhos, Flavio, Luciana e Patricia, e duas netas. O sepultamento foi realizado às 16h no Cemitério Parque da Paz, em Ponta da Fruta, Vila Velha.

Ver comentários