Notícia

Mortes na BR 101: cinco pessoas vão receber órgãos de Gabriel

Foram captadas duas córneas, dois rins e o fígado, que irão ajudar a salvar a vida de outros cinco pacientes que aguardam na fila do transplante de órgãos no Espírito Santo

Gabriel Martins Rodrigues teve morte encefálica
Gabriel Martins Rodrigues teve morte encefálica
Foto: Reprodução

O Hospital Infantil de Vitória realizou nesta quarta-feira (19) a captação de órgãos do menino Gabriel Martins Rodrigues, vítima de acidente grave na BR 101, na Serra. O menino teve morte cerebral confirmada na última segunda-feira (17). No acidente, morreram os pais de Gabriel — Ozineto Francisco Rodrigues, de 38 anos, e Danielli Martins, de 34 anos, e o irmão caçula Lucca Martins Rodrigues, de 1 ano e 4 meses.

Gabriel tinha sido o único sobrevivente do acidente, que aconteceu na noite de segunda-feira (11). A família voltava de uma viagem que fez ao Nordeste. Nesta quarta-feira (19), foram captadas duas córneas, dois rins e o fígado de Gabriel, que irão ajudar a salvar a vida de outros cinco pacientes que aguardam na fila do transplante de órgãos no Espírito Santo. O coração não foi transplantado porque não tinha receptor compatível na lista de espera.

> ENTREVISTA | "Acredito que Gabriel sobreviveu para salvar outras vidas", diz primo

Segundo informações divulgadas pela família, o corpo do Gabriel Martins será enterrado às 9h desta quinta-feira (20) no Cemitério de Vila Bethania, em Viana, o mesmo onde a família foi enterrada.

De acordo com a coordenadora da Central Estadual de Transplantes, Maria Machado, a doação de órgãos pode mudar a vida de pacientes que estão na fila do transplante. "O 'sim' para a doação de órgãos é um ato de solidariedade da família que perdeu o seu ente querido, mesmo diante desse momento de dor e de luto", disse.

Hospital Infantil de Vitória realiza captação de órgãos para transplante
Hospital Infantil de Vitória realiza captação de órgãos para transplante
Foto: Divulgação | Sesa

MAIS DE MIL NA FILA DE ESPERA

Até esta quarta-feira (19), a Central Estadual de Transplantes registrou 1.159 pessoas aguardando por um transplante, sendo quatro pessoas à espera de um coração, 177 pessoas aguardando por um transplante de córneas, 30 precisando de doação de fígado e 948 pessoas esperando um rim. De janeiro a maio deste ano foram realizados 168 transplantes no Estado.

Ver comentários