Notícia

Mortes na BR 101: peso de pedra de granito estava dentro do permitido

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), pesagem foi realizada em um veículo com a mesma configuração da carreta do acidente e não foi constatado excesso de peso

Pedra de granito foi retirada na tarde desta quarta-feira (12), na Serra
Pedra de granito foi retirada na tarde desta quarta-feira (12), na Serra
Foto: Divulgação | PRF

A pedra de granito que era transportada por uma carreta envolvida no acidente que matou uma família na noite da última segunda-feira (10), em Chapada Grande, BR 101, na Serra, não estava com excesso de peso, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O bloco foi retirado por dois guinchos na tarde desta quarta-feira (12) e foi levado para ser pesada em uma balança da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT)

De acordo com a PRF, a pesagem foi realizada em um veículo com a mesma configuração da carreta do acidente. Ao total, o bloco pesava 31 toneladas. A polícia ainda explicou que o peso total entre a carreta e a pedra era de 51 toneladas, sendo que o limite máximo é de 54 toneladas, totalizando 3 toneladas abaixo do máximo permitido. 

O QUE DIZ O DELEGADO

Porém, o veículo não tinha autorização junto ao Detran-ES para realizar o transporte de granito. O motorista será multado por isso, mas a polícia não informou exatamente o valor da multa. 

> COBERTURA | Acidente com mortes na BR 101

A pedra estava no local desde o acidente que matou Ozineto Francisco Rodrigues, de 38 anos, Danielli Martins, de 34 anos, Lucca Martins Rodrigues, de 1 ano e 4 meses. A outra vítima Gabriel Martins, de 11 anos foi socorrida e encaminhada para o Hospital Infantil de Vitória, onde permanece em estado grave. A família voltava de uma viagem que fizeram ao Nordeste.

Família morta em acidente voltava de viagem de férias. O filho mais velho sobreviveu
Família morta em acidente voltava de viagem de férias. O filho mais velho sobreviveu
Foto: Reprodução/Redes Sociais

A Delegacia de Delitos de Trânsito instaurou inquérito pra apurar as mortes.

PRISÃO

O motorista que conduzia a carreta se apresentou à polícia, na Delegacia de Delitos de Trânsito de Vitória, na tarde desta quarta (12). Identificado como Rodrigo Girard, o motorista chegou acompanhado de dois advogados.

> Pastor faz homenagem à família morta em acidente na BR 101 na Serra

O delegado Maurício Gonçalves da Rocha explicou que, assim que chegou, Rodrigo informou que sofreu escoriações no acidente. Por este motivo o delegado o encaminhou ao Departamento Médico Legal (DML), para fazer exame de corpo e delito. Por volta das 16h05, Rodrigo retornou à delegacia, onde foi ouvido pelo delegado. Mancando, ele não quis falar com a imprensa. Na noite desta quarta-feira (12), o acusado foi preso pela polícia. 

Ver comentários