Notícia

Previsão de chuvas rápidas durante o feriadão no ES

O inverno começa nesta sexta-feira (21), mas não deve trazer frio. A temperatura em alguns dias do feriado pode ser amena e chuvas rápidas são esperadas

Tempo nublado muda o cenário do verão na Grande Vitória nesta quarta-feira (31)
Tempo nublado muda o cenário do verão na Grande Vitória nesta quarta-feira (31)
Foto: Marcelo Prest

O outono se despede nesta sexta-feira (21) e, às 12h54, o inverno chega ao Hemisfério Sul, mas não deve trazer frio neste início de estação, que coincide com o feriado prolongado de Corpus Christi. De acordo como Climatempo, algumas pancadas de chuva rápidas são esperadas principalmente para o litoral do Espírito Santo.

> Veja o que funciona no feriado de Corpus Christi no ES

Nesta quinta-feira de feriado, o tempo deve ser seco. Sol e calor devem predominar em todo o ES. Na quinta-feira, a máxima esperada é de 32°C e a mínima pode ser de 20°C.

Já na sexta-feira, na chegada do inverno, pode chover de forma rápida na faixa litorânea do Estado, incluindo a Capital, Vitória, e o dia deve ser de muitas nuvens. A máxima esperada para o dia é de 28°C e mínima de 21°C. 

Para sábado (22) e domingo (23), há previsão de muitas nuvens e chuviscos no Espírito Santo e o calor deve diminuir. Para sábado, a máxima esperada de 25°C e mínima de 21°C. Domingo, a temperatura máxima pode ser de 26°C e mínima de 20°.

TENDÊNCIA PARA O INVERNO

Normalmente o inverno é uma estação de pouca chuva na Região Sudeste. O inverno de 2019 será predominantemente seco no Sudeste e de forma geral, a estação deve terminar com chuva abaixo da média na maioria das áreas da Região.

Ainda segundo o Climatempo, no decorrer do primeiro mês do inverno, a passagem de sistemas pelo litoral volta a trazer alguns episódios de chuva que atingem as capitais, porém a frequência é baixa. Já no interior da região o tempo seco e ensolarado predomina.

Em julho, a passagem das frentes frias deve deixar alguma chuva no Espírito Santo. Mas a chuva que pode ocorrer não deve ser volumosa e durar, no máximo, dois dias.

O mês de agosto tende a ser mais seco em toda o Sudeste. O raros episódios de chuva devem se concentrar em regiões próximas ao litoral. Em setembro o ar úmido volta a se espalhar e a chuva retorna, porém de maneira muito mal distribuída, atingindo principalmente São Paulo.

Ver comentários