Notícia

Sem manutenção, Ponte de Capuaba gera reclamações em Vila Velha

Ponte sobre o Rio Aribiri, principal acesso para o Porto de Capuaba, está com graves problemas gerados pela falta de manutenção

Camila Santos mora no bairro Ilha das Flores e diz que há muito tempo a ponte apresenta risco para os pedestres. Ela estava na companhia da filha, de apenas 1 anos e 9 meses, e passava pela estreita passarela da ponte com dificuldades
Camila Santos mora no bairro Ilha das Flores e diz que há muito tempo a ponte apresenta risco para os pedestres. Ela estava na companhia da filha, de apenas 1 anos e 9 meses, e passava pela estreita passarela da ponte com dificuldades
Foto: Eduardo Dias

Local de passagens de centenas de pedestres, carros e caminhões de grande porte, a Ponte de Capuaba, localizada próximo da entrada do Porto de Capuaba, tem preocupado os moradores do bairro Ilha das Flores, em Vila Velha. A estrutura da ponte está muito danificada em vários lugares, com partes do guarda-corpo quebradas e vergalhões tomados pela ferrugem.

Em alguns pontos da ponte, moradores tentaram diminuir os riscos de queda dos pedestres improvisando uma proteção com pedaços de madeira nos trechos onde o guarda-corpo está quebrado. Além da estrutura ruim para os pedestres, a travessia sobre o Rio Aribiri também está ruim para os veículos, já que o asfalto está com muitos buracos e desnivelado.

Local de passagens de centenas de pedestres, carros e caminhões de grande porte, a Ponte de Capuaba, próxima da entrada do Porto de Capuaba, tem preocupado os moradores do bairro Ilha das Flores, em Vila Velha
Local de passagens de centenas de pedestres, carros e caminhões de grande porte, a Ponte de Capuaba, próxima da entrada do Porto de Capuaba, tem preocupado os moradores do bairro Ilha das Flores, em Vila Velha
Foto: Eduardo Dias

A reportagem da rádio CBN Vitória esteve no bairro Ilha das Flores na manhã desta terça-feira (25) e ouviu diversas reclamações de moradores sobre o problema. Uma das pessoas preocupadas com a situação da ponte é a costureira Camila Santos. Ela mora na região há mais de 10 anos e diz que há muito tempo o local apresenta risco para os pedestres. Ela estava na companhia da filha, de apenas 1 ano e 9 meses, e passava pela estreita passarela da ponte com dificuldades.

 

"Tem uns 10 anos que eu moro aqui e é sempre desse jeito. Quando quebra quem conserta são os próprios moradores. Eu tenho bastante medo, porque a gente corre o risco de cair dentro da maré ou da carreta pegar a gente. Eu acho que não vão resolver, se fosse para resolver, já teriam resolvido há muito tempo", opinou a moradora.

A cuidadora Maria Domingas Costa também reclamou dos problemas na ponte e disse que os reparos improvisados com pedaços de madeira são feitos pelos moradores.

"Está assim há muito tempo. A gente passa aqui e é um perigo danado. Tem o perigo da gente cair e o perigo de ser atropelado. Já pedimos para que a ponte seja consertada, mas até hoje não foi arrumada", disse a moradora.

As obras para a recuperação da Ponte de Capuaba são de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O órgão foi procurado pela reportagem e informou que a situação da ponte será analisada pela área técnica do Dnit, mas não há previsão de tempo para a resposta. 

A cuidadora Maria Domingas Costa também reclamou dos problemas na ponte e disse que os reparos improvisados com pedaços de madeira são feitos pelos moradores
A cuidadora Maria Domingas Costa também reclamou dos problemas na ponte e disse que os reparos improvisados com pedaços de madeira são feitos pelos moradores
Foto: Eduardo Dias

PROBLEMA SE REPETE EM OUTRAS CIDADES

Os danos estruturais causados pela falta de manutenção em pontes e viadutos da Grande Vitória já foram abordados em outras publicações recentes da rádio CBN Vitória. Na Serra, já foram relatados problemas no guarda-corpo e no asfalto nas pontes de Jacaraípe e Nova Almeida.

Em Vila Velha, após matéria publicada em abril deste ano, a prefeitura iniciou obras para recuperação do guarda-corpo do viaduto de São Torquato. No local, populares colocaram abraçadeiras de plástico para impedir que pedaços quebrados do viaduto caíssem.

Ver comentários