Notícia

Após atropelamentos, PM vai intensificar blitze na Rodovia do Sol

Apenas no mês de junho deste ano e na primeira metade de julho, pelo menos sete ciclistas foram atropelados por motoristas com sinais de embriaguez na Rodovia do Sol

Polícia vai intensificar blitze na Rodovia do Sol
Polícia vai intensificar blitze na Rodovia do Sol
Foto:

Após os recentes casos de atropelamentos de ciclistas na Rodovia do Sol, em Vila Velha, resultando em pelo menos duas mortes, o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar vai realizar mais blitze na rodovia para flagrar motoristas bêbados, além de aumentar a sensação de segurança, especialmente nos finais de semana. A medida foi confirmada pelo comandante da 1ª Companhia do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran), capitão Hércules Raul Maciel, nesta sexta-feira (19).

O capitão afirmou que o aumento da fiscalização na Rodovia do Sol faz parte de uma força-tarefa chamada de "Operação Força Pela Vida", que também tem a participação da Polícia Rodoviária Federal, da Polícia Civil, do Detran e das prefeituras da Grande Vitória. Esse grupo vai participar de fiscalizações em diversos segmentos na Região Metropolitana, como já aconteceu na última quarta-feira (17), em Vitória, em uma operação contra o transporte clandestino. O reforço na fiscalização na Rodovia do Sol é um dos focos do grupo.

Além da operação Força Pela Vida, as operações de "Lei Seca", organizadas pelo Batalhão de Trânsito da PM, também serão reforçadas. O comandante Hércules Raul Maciel explicou que os recorrentes casos de atropelamento chamaram a atenção das autoridades e foi decidido que é preciso intensificar a fiscalização para flagrar motoristas bêbados.

"Os órgãos que lidam com trânsito viram que é preciso priorizar a questão da Lei Seca. O Batalhão de Trânsito vai priorizar e manter as operações na Rodovia do Sol, no final de semana e durante a semana vamos tentar elencar mais o efetivo do administrativo para fazer esse tipo de operação", explicou o capitão. 

Ciclistas na Rodovia do Sol
Ciclistas na Rodovia do Sol
Foto: Eduardo Dias

Apenas no mês de junho deste ano e na primeira metade de julho, pelo menos sete ciclistas foram atropelados por motoristas com sinais de embriaguez na Rodovia do Sol. O caso mais recente aconteceu no último dia 13 de julho, com a morte de um homem de 65 anos, que pedalava na altura do bairro Riviera da Barra, em Vila Velha.

No dia 29 de junho um grupo com cinco ciclistas foi atropelado por outro motorista com sinais de embriaguez, nas proximidades do bairro Interlagos. Uma morte de ciclista também foi registrada no dia 3 de junho, perto do bairro Coqueiral de Itaparica, quando o motorista fugiu sem prestar socorro à vítima.

CICLISTA ESPERA POR MELHORIAS

O ciclista Marcelo Lorenzon elogiou o anúncio feito pela Polícia Militar e espera que as fiscalizações realmente aconteçam. No entanto, ele avalia que é preciso uma maior conscientização dos motoristas.

"A gente tem que acreditar que as coisas vão melhorar. Mais que fiscalização, é preciso ter conscientização e respeitar o fluxo de ciclistas. Respeitar a regra de uma metro e meio de distância, diminuir a velocidade quando ver um grupo. Eu tento acreditar que isso (as operações) vai ser uma coisa que vai trazer segurança para a gente", opinou o ciclista.

Nos primeiros cinco meses de 2019, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atendeu 635 ciclistas envolvidos em acidentes de trânsito, uma média de quatro socorridos por dia. De acordo com números do Detran, entre os anos de 2015 e 2017, 48 ciclistas morreram e aconteceram mais de três mil acidentes com ciclistas no Espírito Santo.