Notícia

Corresponde de guerra fala em Vitória sobre como vencer o medo

Lourival participou na manhã desta quinta-feira (04) do Talk Show CBN, em que compartilhou suas experiências nas coberturas de guerras e outros eventos em 70 países

Ao longo de mais de 20 anos de carreira, o jornalista Lourival Sant'Anna cobriu conflitos em inúmeros países pelo mundo. Para levar as informações completas sobre as guerras, o jornalista e analista internacional da Rádio CBN travou uma verdadeira batalha contra o medo. O principal deles, de morrer e nunca mais rever a família.

Lourival participou na manhã desta quinta-feira (04) do Talk Show CBN, em que compartilhou suas experiências nas coberturas de guerras e outros eventos em 70 países. Irlanda do Norte, Colômbia, Afeganistão, Iraque, Líbano, Kosovo, Faixa de Gaza, Geórgia, Líbia, Síria e Mali estão na lista de países que foram visitados pelo jornalista da CBN.

O analista internacional também lançou o seu livro, "Minhas Guerra contra o Medo". Na obra, ele detalha passos para vencer o medo. Seja da morte ou de outros medos comuns que afligem e paralisam a sociedade. Um dos principais é aceitar que nem tudo está sob nosso controle. "Aceitar que a gente não tem controle sobre as coisas tira de nós um grande fardo. A gente pensa que é Deus, que a gente controla tudo, mas isso é uma bobagem", afirmou. 

 

Na plateia, ouvintes da rádio CBN, entre estudantes de jornalismo e outros profissionais que admiram o trabalho de Lourival, acompanharam atentamente a fala do jornalista.

O engenheiro civil Geovani Abranches, de 45 anos, contou que se emocionou com as histórias do jornalista. "Achei muito emocionante. É a primeira vez que escuto um correspondente de guerra falar sobre sua experiência na guerra, de ter passado por regimes opressores", destacou.

Já o estudante de jornalismo Mateus Passos pretende levar as experiências de Lourival para a vida dele e, assim, ajudá-lo a enfrentar o maior medo, que é o de perder familiares. "Acho que tenho medo de perder as pessoas que eu amo e dentro dessa profissão a gente vê muito pessoas perdendo outras pessoas por falta de empatia. Ouvir as histórias de Lourival e sobre os medos dele me toca muito e me identifico muito com isso", comentou.

O maior medo de Rafael Pardin, também estudante de jornalismo, é não conseguir construir uma carreira de sucesso. Ele se inspira na biografia de Lourival. "Quando a gente vem aqui para ouvir histórias de outras pessoas, a gente descobre que antes deles serem esses profissionais excelentes, eles foram sonhadores e isso me dá força pra continuar", disse.

Além dos conflitos, Lourival também já cobriu as tensões sociais na China, a gripe suína e o massacre de estudantes no México, a crise nuclear e a teocracia no Irã, o furacão, a crise econômica e as três últimas eleições nos Estados Unidos. Também viveu a experiência de estar em países com o regime político de repressão, como Cuba e Coréia do Norte.

 

 

Ver comentários