Notícia

Tripulantes de navio passam mal após vazamento de gás no ES

A Marinha foi acionada para socorrer as pessoas que estavam na embarcação

Atualização: Marinha confirma morte de dois tripulantes de navio na costa do ES

Três tripulantes de um navio estrangeiro passaram mal após vazamento de gás no Espírito Santo. Um helicóptero da Marinha foi para alto-mar, na costa do Estado, para socorrê-los. O navio saiu da Argentina e tinha como destino Las Palmas, na Espanha.

As informações iniciais dão conta de que o Espírito Santo não estava na rota do navio. Como os tripulantes passaram mal, a embarcação atracou e pediu socorro. De acordo com a Marinha, a Capitania dos Portos foi acionada na manhã desta quinta-feira com a informação de que quatro tripulantes do Navio Mercante "AP DUBRAVA" estavam passando mal em alto-mar. Com isso, o serviço de Busca e Salvamento da Marinha saiu para resgaste por meio de um helicóptero. Três tripulantes foram resgatados da embarcação e transportados até a Capitania dos Portos.  

Foram pedidas ambulâncias com UTI móvel para o atendimento e quatro veículos ficaram posicionados na Capitania dos Portos, em Vitória, até a chegada dos três resgatados. Os tripulantes chegaram por volta das 8h e foram encaminhados para tratamento em um hospital particular da Grande Vitória. Dois deles saíram do helicóptero andando e um foi colocado na maca após resgaste.

Confira no vídeo:

Confira a Nota Oficial da Marinha:

"A Capitania dos Portos do Espírito Santo (CPES) recebeu a informação nesta quarta-feira (17) sobre fato da navegação envolvendo quatro tripulantes do Navio Mercante “AP DUBRAVA”, bandeira Ilhas Marshall, que partiu de San Lorenzo (Argentina) e tinha como destino Las Palmas (Espanha). O serviço de Busca e Salvamento da Marinha do Brasil foi acionado para o resgate dos tripulantes da embarcação, dando início a operação que conta com uma aeronave da MB e o apoio da CPES. Três tripulantes foram resgatados e transportados por aeronave da Marinha do Brasil até a Capitania dos Portos de onde seguiram para tratamento nos hospitais da Grande Vitória".

Com informações de Daniela Carla, da TV Gazeta, e Eduardo Dias, do Gazeta Online

Ver comentários