Notícia

Tropa da Força Nacional em Cariacica será comandada por uma mulher

A major Naíma Huk Amarante, da Polícia Militar de Santa Catarina, já está no Espírito Santo participando de reuniões com a cúpula da segurança pública estadual

O grupo de patrulhamento será composto por 80 soldados e será comandado por uma mulher: a major Naíma Huk Amarante, da Polícia Militar de Santa Catarina.
O grupo de patrulhamento será composto por 80 soldados e será comandado por uma mulher: a major Naíma Huk Amarante, da Polícia Militar de Santa Catarina.
Foto: Divulgação/ TJES

Os agentes da Força Nacional vão começar o patrulhamento em 28 bairros de Cariacica apenas no final do mês de agosto. No entanto, membros do comando das operações já estão no Espírito Santo há aproximadamente duas semanas para iniciar investigações e planejar as primeiras operações. O grupo de patrulhamento será composto por 80 soldados e será comandado por uma mulher: a major Naíma Huk Amarante, da Polícia Militar de Santa Catarina.

Apesar da maior parte do efetivo chegar ao estado no final do próximo mês, a militar já está no Espírito Santo fazendo o reconhecimento da área de atuação da tropa e participando de reuniões com a cúpula da segurança pública estadual. Uma das reuniões aconteceu na manhã desta quarta-feira (17), na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp), em Vitória.

 

Por conta da presença do grupo de comando da tropa no estado, viaturas e até mesmo um ônibus da Força Nacional já foram flagrados circulando em ruas de Vitória.

Veículos da Força Nacional em Vitória
Veículos da Força Nacional em Vitória
Foto: Divulgação

O grupo de Polícia Judiciária da Força Nacional, com investigadores e peritos, terá aproximadamente 20 membros, totalizando cerca de 100 agentes da Força Nacional no Espírito Santo.

A vinda da Força Nacional para Cariacica faz parte da implantação do Programa de Enfrentamento à Criminalidade Violenta do Governo Federal, com o objetivo de reduzir índices de homicídio. A indicação do município levou em consideração as taxas de homicídios entre os anos de 2015 a 2017.

Os trabalhos da Força Nacional acontecerão em conjunto com agentes da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal. O grupo chegará ao estado com 20 viaturas, 100 fuzis e 100 pistolas.

O programa realizado em Cariacica também será implementado nas cidades de Ananindeua (PA), Goiânia (GO), Paulista (PE) e São José dos Pinhais (PR).

FORÇA NACIONAL EM CARIACICA

Chegada de grupo para patrulhamento: 28 de agosto

Quantidade: 100 agentes

Duração: 4 meses

Locais: 28 bairros

Equipamentos: 20 viaturas, 100 fuzis e 100 pistolas

Organização: Dos 100 agentes, 80 ficaram em alojamentos da PM e atuaram no patrulhamento ostensivo. 20 vão atuar na parte investigativa, e ficarão em alojamentos da Polícia Civil

16 bairros escolhidos no primeiros planejamento: Flexal I, Flexal II, Graúna, Padre Gabriel, Alzira Ramos, Castelo Branco, Jardim Botânico, Jardim de Alah, Rio Marinho, Nova Esperança, Nova Rosa da Penha, Bandeirantes, Bela Aurora, Maracanã, Vista Mar e Vila Isabel

12 novos bairros escolhidos: Cariacica Sede, Prolar, Aparecida, Porto de Santana, Porto Novo, Itacibá, Nova Brasília, Nova Valverde, Mucuri, Campo Grande e Vila Capixaba.

Ver comentários