Notícia

Vacinação contra sarampo em Cariacica, Viana e Guarapari

A ação acontece neste sábado (13) para prevenir a doença devido ao risco de contaminação do vírus na região Sudeste do país

Vacina contra o sarampo será aplicada em Cariacica, Viana e Guarapari
Vacina contra o sarampo será aplicada em Cariacica, Viana e Guarapari
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

As unidades de saúde dos municípios de Cariacica, Viana e Guarapari irão oferecer vacina contra o sarampo neste sábado (13). A ação acontece para prevenir a doença devido ao risco de contaminação do vírus na região Sudeste do país.

Em São Paulo, 66 casos de sarampo foram confirmados em 2019. Já no Rio de Janeiro são 11, e Minas Gerais quatro. No Espírito Santo, não há registro da doença desde 2000. Entretanto, até 22 de junho deste ano, foram notificados 24 casos no Estado, sendo que 23 foram descartados e um ainda permanece em análise.

Leia também

Podem se vacinar pessoas entre 1 e 49 anos que não tenham sido imunizadas anteriormente, aquelas que não possuem o cartão de vacinação e/ou as que estejam com a caderneta incompleta.

POSTOS DE VACINAÇÃO 

Cariacica 

A vacina será aplicada das 8h às 16h.

- Bela Aurora;

- Campo Verde;

- Cariacica Sede;

- Itaquari;

- Mucuri;

- Nova Canaã;

- Nova Rosa da Penha II;

- Oriente;

- Porto de Santana;

- Rio Marinho;

- Santa Fé;

- Vila Graúna.

Viana

A vacina será aplicada das 8h às 16h.

- Araçatiba;

- Ipanema;

- Marcílio de Noronha I;

- Morada de Bethânia;

- Nova Bethânia I;

- Primavera;

- Soteco;

- Vila Bethânia.

Guarapari

A vacina será aplicada das 7h30 às 13h.

- Tenda de Vacinação na Feira Livre, no Centro da cidade.

A vacina será aplicada das 9h às 12h.

- Ação Saúde na Praça, no bairro Portal Clube.

O SARAMPO

O sarampo é uma doença infecciosa e contagiosa que pode levar a pessoa à morte e atinge, principalmente, crianças desnutridas e menores de um ano de idade. Os sintomas incluem tosse, coriza, olhos inflamados, dor de garganta, febre e manchas vermelhas na pele. A transmissão da doença ocorre por meio da fala, respiração, espirro e tosse.

O Ministério da Saúde recomenda que seja aplicada a vacina tríplice viral (contra o sarampo, caxumba e rubéola) em crianças com um ano de idade e a vacina tetra viral (contra o sarampo, caxumba, rubéola e varicela) aos 15 meses de idade.

> Caxumba e sarampo: doenças que podem ser prevenidas com vacinação

Ver comentários