Notícia

Capixaba vai viajar 4 anos em veleiro para conhecer o mundo

Capixaba vai passar por, no mínimo, 40 lugares. Planejamento começou há 20 anos

Capixaba veleja há 20 anos, mas afirma que todo dia é um novo aprendizado
Capixaba veleja há 20 anos, mas afirma que todo dia é um novo aprendizado
Foto: Vitor Jubini | GZ

Quatro anos. Esse é o tempo estimado pelo coronel aposentado da Aeronáutica Renato Oliveira, de 53 anos, para dar a volta ao mundo. Para isso, o capixaba contará com o seu barco a velas Free Wind e passará, no mínimo, por 40 lugares.

A embarcação possui duas suítes, uma sala com cozinha e a área de comando. Possui também fontes de energia eólica e solar para abastecer as cinco baterias que fazem o veleiro funcionar. Em alguns trajetos ele compartilhará o espaço com amigos e a esposa, com quem é casado há 12 anos.

Ele também já está com a playlist preparada, tendo principalmente músicas de jazz, blues e MPB. Mas pretende ampliá-la após a imersão em novas culturas. Com o inglês fluente, está tentando aprender algumas palavras em francês.

“Minha esposa e eu moramos no Rio de Janeiro. Ela vai encontrar comigo em Abrolhos, no Rio de Janeiro, Fernando de Noronha, em Pernambuco, Caribe, Polinésia Francesa e Nova Zelândia. Isso era um planejamento nosso, mas em função do trabalho dela não conseguiremos fazer todo o percurso juntos”, disse.

VEJA VÍDEO

TRAJETO

A viagem teve início no dia 10 de julho no Rio de Janeiro, passando por Angra dos Reis, capital fluminense, Arraial do Cabo e Búzios. A parada em Vitória ocorreu no dia 15 de julho para o encontro com parentes e amigos. A continuação do percurso acontecerá neste domingo (4). A intenção é passar por outras cidades do Brasil e diversos outros países. O maior trajeto será de 30 dias, saindo do Caribe até a Polinésia Francesa.

A sua última parada é em Lisboa, Portugal. Ele deixará o país no dia 9 de março de 2022. A data e o local escolhidos foram propositais, sendo as mesmas de Pedro Álvares Cabral quando descobriu o Brasil, em 1500. A única diferença é que ele pretende desembarcar em Vitória e realizar a viagem em 35 dias.

O planejamento começou há 20 anos, mas somente com a compra do barco em 2017 e a aposentadoria em 2018 conseguiu tirar o sonho do papel. A partir daí, começou a traçar o seu destino, estudando sempre as características dos lugares.

“Para mitigar os riscos, vou estar na região no tempo certo, evitando os fenômenos naturais de cada lugar. No Caribe, por exemplo, a época de furacões é de julho a novembro, eu vou chegar em dezembro”, concluiu.

Na embarcação ele carrega arroz, feijão, lentilha e ervilhas guardadas em garrafas pet. Além de mandioca, aipim, batata e inhame, queijos, ovos e algumas frutas. Para conseguir se manter durante a viagem, programou gastar cerca de 2 mil euros por mês.

“Acredito que será uma viagem transformadora. Eu velejo há 20 anos, tenho o conhecimento, mas todo dia é um aprendizado. A gente está sempre aprendendo e absorvendo conhecimento”, disse.

Quando Renato é questionado se o perigo maior está no avião ou no barco, ele não teve dúvida em escolher a segunda opção. “Tem mais fatores externos atuando sobre o barco. Ele está sustentado por dois elementos que se movimentam: água e ar. A energia do mar é absurda”, finalizou.

ROTEIRO

Veja por onde o veleiro vai passar

- Angra dos Reis, Rio de Janeiro

- Arraial do Cabo, Rio de Janeiro

- Búzios, Rio de Janeiro

- Vitória, Espírito Santo

- Caravelas, Bahia

- Abrolhos, Bahia

- Camamu, Bahia

- Salvador, Bahia

- Barra de São Miguel

- Recife, Pernambuco

- Fernando de Noronha

- Natal

- Galinhos, Rio Grande do Norte,

- Fortaleza

- Delta do Parnaíba

- Ilha de Lençóis, Maranhão

- Trinidad e Tobago, Caribe

- Granada, Caribe

- Curaçao, Caribe

- Aruba, Caribe

- San Blas, Caribe

- Cólon, Caribe

- Canal do Panamá

- Polinésia Francesa

- Nova Zelândia

- Nova Guiné

- Indonésia

- Malásia

- Vietnã

- Tailândia

- Singapura

- India

-Mar Vermelho

- Canal de Suez para chegar no Mar Mediterrâneo

- Alexandria, Egito

- Turquia

- Grécia

- Itália

- França

- Espanha

- Lisboa, Portugal

- Vitória, Brasil

Ver comentários