Notícia

Dois meses após ser atropelado, Miguel aparece fazendo embaixadinhas

Miguel Muniz, de 9 anos, que sofreu fraturas graves na perna direita e na cabeça, aparece em vídeo compartilhado pela mãe fazendo embaixadinhas

O pequeno Miguel Muniz, de 9 anos, foi atropelado em maio e sofreu fraturas graves na perna. Menos de 3 meses depois, já consegue fazer embaixadinhas mesmo de moletas
O pequeno Miguel Muniz, de 9 anos, foi atropelado em maio e sofreu fraturas graves na perna. Menos de 3 meses depois, já consegue fazer embaixadinhas mesmo de moletas
Foto: Reprodução

Cenas impressionantes de um atropelamento assustaram os capixabas no dia 30 de maio deste ano. Miguel Muniz, de 9 anos, foi a atingido por um veículo ao atravessar correndo a Avenida Desembargador Antônio José Miguel Feu Rosa, no bairro Praia da Baleia, na Serra. Mas, três meses após sofrer fraturas graves na perna direita e na cabeça, Miguel aparece de moletas, num vídeo compartilhado pela mãe,  fazendo embaixadinhas.

Miguel teve alta no dia 12 de junho e até voltou a estudar.  Inclusive, a fisioterapia tem sido parte de sua rotina, já que o estudante quebrou o fêmur e teve a rótula do joelho partida em quatro pedaços, além de um deslocamento de bacia, no acidente.

Imagem de momentos Miguel momentos antes de ser atropelado na Serra
Imagem de momentos Miguel momentos antes de ser atropelado na Serra
Foto: Reprodução

Nas imagens feitas pela mãe dele, Daiana Aparecida Gomes, Miguel aparece sorridente e se equilibrando nas moletas, brincando quase como se nada tivesse acontecido.  "Ontem (3), nós fomos à praia com uns amigos e ele encontrou uma bola encostada em um cantinho. Ele começo a empurrar ela devagar com o pé e, quando a gente viu, Miguel já estava fazendo embaixadinha. Todo mundo ficou muito feliz, mas ele ainda sente muita dor, só que consegue se mover mais", conta Daiana.

> Criança atropelada na Serra passou por cirurgias

AJUDA

Na escola, os amigos e professores têm ajudado muito na readaptação de Miguel. Segundo a mãe, todos estão muito felizes com o retorno dele em um período muito menor que o previsto pelos médicos.

Daiana afirma que o prazo para o filho voltar a andar tinha sido de, no mínimo, três meses. Porém, com a boa recuperação dele, ele já apresenta melhoras incríveis em apenas dois meses.

"Que ele vá ficar 100%, eu não digo. Mas 95%, eu creio porque, como quebrou em muitos lugares, acho que tem que fazer mais fisioterapia. Só que ele tem mostrado uma recuperação sobrenatural, os médicos disseram que demoraria uns três meses, mas daí ele já está até fazendo embaixadinha", diz a mãe. 

VEJA MIGUEL JOGANDO BOLA NA PRAIA

RELEMBRE O ACIDENTE

Miguel Muniz, de 9 anos, foi atropelado ao atravessar a rua correndo, no dia 30 de maio, na Avenida Desembargador Antônio José Miguel Feu Rosa, no bairro Praia da Baleia, Serra, próximo a Manguinhos. As imagens de videomonitoramento de um condomínio registraram o momento exato em que a criança cai no chão e é atingida por um carro branco. Após o atropelamento, uma mulher se aproxima do menino e tenta prestar socorro. As imagens são fortes.

Na época do acidente, o Corpo de Bombeiros informou que tudo aconteceu por volta das 12h daquele dia. O menino foi atendido por socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ele apresentava uma fratura exposta na perna e lesões leves nos membros superior. Com o quadro estável, a criança foi encaminhada para o Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória, em Vitória.

Ver comentários