Notícia

Greve dos rodoviários é o sétimo ato da categoria do ano

De janeiro a agosto deste ano, o Sindirodoviários promoveu sete atos de manifestação na Grande Vitória. As ações deixaram a população sem ônibus em diversas regiões

A greve do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Espírito Santo (Sindirodoviários) iniciada na manhã desta segunda-feira (12) é o sétimo ato de paralisação promovido pela categoria neste ano na Grande Vitória.

> Greve dos rodoviários: acompanhe reflexos da paralisação na Grande Vitória

Em janeiro, rodoviários de três empresas pararam as atividades na Serra e em Vila Velha. Eles alegaram falta de pagamento. O movimento deixou cerca de 400 ônibus parados. Assim como acontece hoje, à época houve pontos lotados e esperas nos terminais.

Ônibus parados por conta da greve na garagem da Viação Nova, em São Francisco, Cariacica.
Ônibus parados por conta da greve na garagem da Viação Nova, em São Francisco, Cariacica.
Foto: Fernando Madeira

> Governo estuda acionar a Justiça para garantir Transcol nas ruas

Um mês depois, motoristas e cobradores da Viação Santa Zita, no bairro Marcílio de Noronha, protestaram em frente à garagem da empresa. Mais de mil funcionários ficaram parados e 280 ônibus deixaram de circular. De acordo com representantes do sindicato dos rodoviários, a manifestação aconteceu por causa da jornada reduzida de trabalho adotada pela empresa.

> Não chegou ao trabalho por conta da greve? Veja seus direitos

Em junho, dez sindicalistas foram detidos por esvaziar os pneus de ônibus na Serra durante os protestos contra a reforma da previdência e os cortes na educação. A paralisação atrasou os horários de circulação dos coletivos.

Na primeira semana de julho, os rodoviários fizeram três protestos contra a retirada dos cobradores nos novos ônibus do Transcol com ar-condicionado. Durante as manifestações, a categoria já destacava preocupação com a perda de postos de trabalho, já que os novos ônibus aceitarão apenas passageiros com o cartão integrado ao Bilhete Único, não tendo a função do cobrador nesses coletivos. 

Ver comentários