Notícia

Hospital infantil: crianças são transferidas após curto-circuito em ala

O princípio de incêndio aconteceu na manhã deste sábado (31) no setor de Oncologia. Uma funcionária passou mal

O Hospital Infantil de Vitória é um dos prédios públicos que estão sem o alvará dos Bombeiros
O Hospital Infantil de Vitória é um dos prédios públicos que estão sem o alvará dos Bombeiros
Foto: Marcelo Prest

Um princípio de incêndio assustou funcionários e pacientes do setor de Oncologia do Hospital Infantil de Vitória, na manhã deste sábado (31). Bombeiros que atuam no hospital relataram à reportagem que um curto-circuito atingiu os reatores das luminárias da sala onde as crianças fazem quimioterapia. Uma funcionária, que tem asma, passou mal por causa da fumaça forte, segundo os bombeiros. A unidade funciona sem alvará da corporação. 

O princípio de incêndio ocorreu por volta das 6h15. A luz do setor precisou ser desligada, e os pacientes foram transferidos para outros espaços.

Por nota, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) confirmou o episódio, mas disse que o que houve foi a queima de uma luminária no setor de Oncologia, onde estavam poucos pacientes. "Em relação ao episódio da manhã deste sábado (31), a direção do hospital informa que se tratou de uma luminária da oncologia que queimou, mas esclarece que a manutenção e troca da mesma já está sendo feita e, enquanto isso, os pacientes estão em outra sala recebendo atendimento. Esclarece ainda que a unidade está em seu funcionamento normal", informou a secretaria na nota.

Alvará

O incidente é mais um episódio que expõe a situação da unidade, que funciona sem alvará do Corpo de Bombeiros e vem sofrendo vários princípios de incêndio e curto-circuitos nos últimos meses. O hospital já passa por reformas, mas como ainda há riscos, bombeiros estão de plantão 24 horas por dia no local. Para a corporação, o hospital deveria ser interditado.

Durante uma vistoria no Hospital Estatual Infantil Nossa Senhora da Glória (HEINSG), o Corpo de Bombeiros afirma que foram encontradas várias irregularidades, como: necessidade de apresentação de Projeto Técnico de Segurança Contra incêndio e Pânico, execução de sistemas de proteção contra incêndio, elaboração de projeto elétrico e execução de todo o sistema elétrico, elaboração de plano de emergência e constituição de brigada de incêndio, dentre outras ações.

> Três hospitais públicos estão sem alvarás de incêndio no ES

Em relação ao episódio da manhã deste sábado, a direção do hospital informou que as obras de um novo setor de Oncologia estão sendo finalizadas na unidade do hospital anexa ao HPM, e que ainda este ano será inaugurada.

Bombeiros no Hospital Infantil de Vitória, onde ocorreu princípio de incêndio
Bombeiros no Hospital Infantil de Vitória, onde ocorreu princípio de incêndio
Foto: Ricardo Medeiros

"A Secretaria de Estado de Saúde esclarece que nos últimos anos não foram feitas reformas e manutenções necessárias no Hospital Estadual Infantil Nossa Senhora da Glória e, por isso, a nova gestão está empenhando esforços para garantir as mudanças necessárias. A troca de toda a rede elétrica da unidade já está sendo feita, incluindo a programação de troca de todas as luminárias, iniciando pelas áreas assistenciais", diz ainda a Sesa.

> Bombeiros de plantão no Hospital Infantil são o retrato do absurdo

"O projeto elaborado para adequação de toda a unidade está sendo ajustado, junto ao Corpo de Bombeiros, para execução das intervenções, atendendo as normas exigidas pela corporação", informa ainda a secretaria.

Ver comentários