Notícia

Moradores querem praça no lugar do estacionamento do Cais das Artes

Projeto da Associação de Moradores, Empresários e Investidores da Enseada do Suá foi entregue ao Governo do Estado e para a Prefeitura de Vitória

Moradores da Enseada do Suá querem praça no lugar do estacionamento do Cais das Artes
Moradores da Enseada do Suá querem praça no lugar do estacionamento do Cais das Artes
Foto: Divulgação

As obras do Cais das Artes, em Vitória, começaram em 2010, a previsão era para que tudo ficasse pronto em 2012, mas a obra está atrasada e a previsão é para que seja retomada apenas em 2020. Enquanto isso, moradores da região da Enseada do Suá estão sugerindo mudanças no entorno do centro de cultura, para que a obra traga melhorias para o bairro.

Uma sugestão recentemente apresentada para o Governo do Estado e também para a prefeitura de Vitória é a construção de uma grande praça de vivência em cerca de 25% da área prevista para ser o estacionamento do Cais das Artes.

O projeto da praça foi desenvolvido pela Associação de Moradores, Empresários e Investidores da Enseada do Suá (AMEI). Um local com área de lazer, pontos de comércio e mirante para a Baía de Vitória, tendo como plano de fundo a vista do Convento de Penha e do Morro do Moreno, em Vila Velha.

Moradores da Enseada do Suá querem praça no lugar do estacionamento do Cais das Artes
Moradores da Enseada do Suá querem praça no lugar do estacionamento do Cais das Artes
Foto: Divulgação

De acordo com o vice-presidente da Associação de Moradores da Enseada do Suá, Eduardo Borges, a área total de estacionamento tem previsão para receber até 250 veículos. Na avaliação dele, 25% do local seria mais bem aproveitado pelos moradores se fosse transformado em uma praça.

O maior motivo é que é um local muito nobre, de frente para a orla Baía de Vitória, que tem as melhores vistas da cidade. Então, a gente acha que é desperdício ser uma área utilizada para estacionamento de veículos. A isso se somam outras questões, o Cais das Artes é um empreendimento que ainda nem tem nada para funcionar
Eduardo Borges, vice-presidente da Associação de Moradores da Enseada do Suá

 

PROPOSTA SERÁ AVALIADA

O arquiteto Pedro Henrique Negreiros atua no escritório responsável pela elaboração do projeto, em conjunto com a associação de moradores, e afirmou que o local poderá ser usado de diversas formas. No entanto, a Associação de Moradores da Praia do Suá e o escritório de arquitetura não apresentaram estimativas dos valores para a construção da praça.

"Uma praça teria um uso muito mais interessante. Estamos propondo diversos usos, desde espaços para permanência, espaços comerciais com quiosques, um deque para admiração da Baía de Vitória, quadra poliesportiva. É uma diversidade de usos para atrair uma diversidade de pessoas, para dar um uso para aquele local mais interessante que um estacionamento", disse o arquiteto.

O Instituto de Obras Públicas do Espírito Santo (Iopes) e a Prefeitura de Vitória afirmaram que vão avaliar as possibilidades nas sugestões apresentadas.

Ver comentários