Notícia

Nevoeiro de radiação envolve o céu no ES nesta terça-feira

Fenômeno acontece quando o ar sobe mais quente, resfria na madrugada e se condensa, formando um nevoeiro nas camadas mais perto da superfície, segundo meteorologista

Dia amanheceu com o sol encoberto na Grande Vitória
Dia amanheceu com o sol encoberto na Grande Vitória
Foto: Vanda Lopes

O céu da Grande Vitória amanheceu com uma nebulosidade que chamou a atenção das pessoas nesta terça-feira (20). Para saber o que aconteceu a reportagem do Gazeta Online procurou o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e descobriu que se trata de um nevoeiro de radiação que tomou conta do céu.

De acordo com a meteorologista Marlene Leal, o nevoeiro de radiação se forma quando o ar sobe mais quente, resfria na madrugada e se condensa, formando um nevoeiro nas camadas mais perto da superfície.

Esse ar mais quente subiu, se resfriou e retorna condensado, formando o nevoeiro de radiação. É como uma nuvem mais perto da superfície
Marlene Leal, meteorologista

“Esse nevoeiro de radiação, que tem aparência de fumaça bem branca, se formou por conta do ar quente desta segunda-feira (19), quando a temperatura chegou a 32ºC em alguns locais de Vitória. Esse ar mais quente subiu, se resfriou e retorna condensado, formando o nevoeiro de radiação. É como uma nuvem mais perto da superfície”, explicou.

EM SÃO PAULO, CÉU FICOU PRETO

Em São Paulo, o céu da cidade escureceu e transformou o dia em noite nesta segunda-feira (20). No entanto, lá o fenômeno foi diferente do que ocorreu na Grande Vitória, no Estado.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) informou a sites nacionais que lá o tempo ficou fechado e úmido porque a cidade ficou “dentro de uma nuvem” devido à atuação de três massas de ar com temperaturas diferentes.

Já o Instituto Climatempo informou a uma rádio que o céu preto de São Paulo teria relação, também, com a fumaça de intensos incêndios que ocorrem nos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Ver comentários