Notícia

No Brasil, 63 cidades já contam com ônibus sem cobradores

Os dados da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) revelam que 32 municípios já operam com 100% da frota sem nenhum cobrador

A implantação de ônibus sem cobrador na Grande Vitória tem sofrido resistência por parte do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviárias no Espírito Santo (Sindirodoviários). No entanto, essa já é uma realidade em 63 municípios do Brasil.

Os dados da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) revelam que o posto de cobrador não existe em 32 municípios. Em Boituva, São Paulo, o posto nunca existiu. Já em Sorocaba, em São Paulo, há 27 anos os ônibus municipais são operados somente com motorista.

Os outros 31 municípios operam de forma híbrida, ou seja, uma parte da frota opera com cobrador e a outra sem, entre eles a Grande Vitória. Há lugares que operam com 85% da frota com cobrador, como os ônibus municipais de Belo Horizonte, em Minas Gerais, e outros que operam com somente com 2% da frota com cobradores, como Barra da Garça, em Mato Grosso.

O levantamento também mostra que dos 63 municípios, 29 deles a cobrança da passagem acontece em dinheiro, 19 usam cartão e dinheiro, 12 não declararam o tipo de cobrança e em três a cobrança em dinheiro foi extinta. Em Mogi das Cruzes, em São Paulo; Palmas, em Tocantins; e Sabará, em Minas Gerais, apesar de terem pagamento em dinheiro, há projetos para retirar esse tipo de pagamento na condução.

 

 

Ver comentários