Notícia

Trabalhadores dos Correios fazem caminhada contra privatização

A "Caminhada em Defesa dos Correios" acontece neste domingo (25) com concentração na Praça dos Namorados e deve percorrer a orla da praia de Camburi

Trabalhadores dos Correios realizam ato nesta manhã de domingo (25), em Vitória
Trabalhadores dos Correios realizam ato nesta manhã de domingo (25), em Vitória
Foto: Divulgação/Sintect-ES

Após o anúncio do governo federal de um pacote de privatizações de estatais, entre elas os Correios, trabalhadores da empresa realizam uma caminhada na manhã deste domingo (25) contra a medida do governo. Atualmente, os Correios têm mais de 1,7 mil funcionários no Espírito Santo, todos eles efetivos - em todo o Brasil são 115 mil.

A concentração teve início às 8 horas, na Praia dos Namorados, em Vitória. Às 10 horas, os trabalhadores saíram em direção à Praia de Camburi, também na Capital. O encerramento está previsto para 12h. O ato é organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresa de Correios, Prestação de Serviços Postais, Telégrafos, Encomendas e Similares do Estado do Espírito Santo (Sintect-ES). 

O objetivo, segundo a organização do ato, é alertar a população da importância da estatal enquanto patrimônio nacional e afastar a ideia de que a privatização seja positiva. 

Antonio Braga, diretor do Sintect-ES, explica o objetivo do movimento. "O nosso objetivo é sensibilizar a população sobre a importância dos Correios enquanto um patrimônio brasileiro. A ideia de que a privatização é solução não condiz com a realidade", defende. Ele também informa que, ao longo dos próximos dias, outros atos devem ocorrer pelo Estado e, numa ação conjunta com outros sindicatos, está sendo programado um ato nacional em defesa dos Correios. 

Em nota, Sintect também defendeu que o programa de privatização do Palácio do Planalto "não causou nenhuma surpresa" porque, na avaliação do sindicato, trata-se de "um projeto entreguista comprometido com a agenda neoliberal mais perversa".

Trabalhadores dos Correios realizam ato nesta manhã de domingo (25), em Vitória
Trabalhadores dos Correios realizam ato nesta manhã de domingo (25), em Vitória
Foto: Divulgação/Sintect-ES

Além das duas empresas, serão privatizadas a Telebras, Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp/Porto de Santos), Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev); Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro); Empresa Gestora de Ativos (Emgea); Centro de Excelência em Tecnologia Eletrônica Avançada (Ceitec); Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp); Agência Brasileira Gestora de Fundos Garantidores e Garantias (ABGF).

 

 

 

 

Ver comentários