Notícia

Enfermeiros trabalham com medo no Hospital Infantil de Vitória

Hospital funciona sem alvará da Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros. Só este ano, três princípios de incêndio aconteceram no local

Bombeiros no Hospital Infantil de Vitória, onde ocorreu princípio de incêndio
Bombeiros no Hospital Infantil de Vitória, onde ocorreu princípio de incêndio
Foto: Ricardo Medeiros
Uma enfermeira contou que trabalha pensando qual criança ela tem que pegar primeiro caso aconteça um incêndio

O relato feito pela presidente do Conselho Regional de Enfermagem, Andressa Barcellos, retrata o medo e pressão com a qual a equipe de enfermeiros e auxiliares tem trabalhado no Hospital Infantil de Vitória. Só este ano, três princípios de incêndio aconteceram no local, que conta com uma estrutura precária e funciona sem alvará da Vigilância Sanitária e Corpo de Bombeiros

De acordo com Andressa, o problema não é mais só estrutural, ele tem afetado a saúde dos profissionais que atuam na Unidade. 

"Existe um desgaste psicológico muito grande dos profissionais que atuam no Hospital Infantil. Enfermeiros relataram que eles estão com medo, se assustam com qualquer barulho e um estouro já é motivo de pânico", relatou.

Fios expostos mostram a precariedade em que se encontra o Hospital Infantil
Fios expostos mostram a precariedade em que se encontra o Hospital Infantil
Foto: Internauta

Segundo o Conselho Regional de Enfermagem, na última quarta-feira (04), funcionários do hospital foram orientados pelo Corpo de Bombeiros a posicionar os carros, de uso pessoal, de uma forma que facilitasse a saída do local, algo que nunca havia acontecido. Com medo e sem respostas do que está acontecendo, o conselho solicitou uma reunião com o Secretário de Saúde.

"Não está tendo diálogo, nem transparência e isso faz com que as pessoas fiquem ainda mais aterrorizadas. A gente sabe que tem algo acontecendo porque o Corpo de Bombeiros está lá 24 horas por dia. Mas ninguém sabe a real situação e isso acaba gerando um stress muito grande na equipe", comentou Andressa.

O QUE DIZ O GOVERNO

Em coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (05), o governo do Estado informou que avalia fechar o prédio onde funciona o Hospital Infantil em Vitória. De acordo com o secretário de Saúde, Nésio Fernandes, "não é possível considerar natural que os prédios públicos de Saúde sejam prédios em condições inseguras, incapazes de ofertar um ambiente humanizado para os trabalhadores e usuários do SUS."

O Corpo de Bombeiros vai continuar no local, 24 horas por dia, até que a Secretaria de Saúde (Sesa) resolva os problemas do prédio para que possa receber um alvará provisório da Corporação. 

Ver comentários