Notícia

Novo método de recrutamento de estágio propõe "match" com estagiário

Termo conhecido por plataformas e aplicativos de relacionamentos, agora também serve para recrutamento de estágio

Vale criou um novo método de recrutamento e propõe "match" entre estagiário e empresa - o termo ficou conhecido por conta do aplicativo de relacionamentos, o Tinder
Vale criou um novo método de recrutamento e propõe "match" entre estagiário e empresa - o termo ficou conhecido por conta do aplicativo de relacionamentos, o Tinder
Foto: Divulgação

Quem pensa que só é possível dar "match" no aplicativo de relacionamento com aquele "contatinho", pode estar muito enganado... É que as empresas estão inovando e buscando outros métodos para recrutar estagiários - uma delas é a Vale, que é dona de um dos processos seletivos mais concorridos do Brasil.

A empresa anunciou nesta quarta-feira (22) a abertura de um novo processo, em que, em um método curioso e diferente, a proposta é que haja um alinhamento maior entre os valores do candidato e da empresa - ou seja, eles estão à procura do "match" perfeito. São oferecidas 204 vagas no Espírito Santo e um total de mais de 600 vagas em seis estados. As inscrições podem ser feitas até o dia 21 de setembro pelo site da empresa.

> Leia mais publicações sobre Concursos e Empregos

Em um podcast, o co-fundador da empresa de recrutamentos 99jobs explica o funcionamento do novo método usado pela Vale. "Quanto mais você entende o que você tem de bom e bacana, você vai ao mercado buscando esse tipo de profissional. Ele tente a se frustar menos porque tende a pensar que aquilo foi justamente uma procura dele", detalhou.

PROCESSO SELETIVO DA VALE

O processo seletivo contará com quatro etapas. Durante a inscrição, o candidato deverá preencher um formulário chamado "escala de crenças", em que vai informar quais são os seus valores pessoais. Esses dados serão cruzados com o valor da empresa que, se tiver interesse no candidato, ele passa pra próxima etapa.

Leia também

O estudante também vai participar de testes online de raciocínio lógico e inglês, uma entrevista em vídeo e outra entrevista final. Alunos de nível superior que estejam nos dois últimos anos de curso, ou seja, com formatura prevista entre dezembro de 2019 e dezembro de 2020 podem se candidatar.

Na última edição do programa, em 2017, a relação foi de 153 candidatos por vaga. Os selecionados que passarem no processo iniciarão o estágio a partir de janeiro de 2019 e receberão bolsa-auxílio mensal de até R$ 1.375,00 (os valores variam dependendo do curso, técnico ou superior, e da carga horária), assistência médica e seguro de vida.

CURRÍCULO IMPRESSO "FORA DE MODA"

Em entrevista ao Gazeta Online por telefone, a empresa Selecta - que é especialista em recrutamento de estágio e empregos - explicou como funcionam os processos até a contratação do estagiário. Sharla Bitencourt, diretora-técnica da empresa, disse que são várias etapas, e que, de início, o candidato não pode ter preguiça e precisa de paciência para se cadastrar no site.

"O cadastro é longo porque buscamos que o candidato coloque o maior número de informações e características pessoais possíveis. Depois fazemos um filtro com palavras-chave. É bem diferente do currículo impresso que tem que ser mais compacto. Acredito que hoje as empresas quase não contratam por meio do documento impresso", avaliou.

Sharla explicou que a primeira etapa exigida pela empresa é que o candidato elabore um vídeo falando um pouco sobre a experiência profissional que já teve, coisas que gosta de fazer, como se considera como profissional. Depois, é encaminhado para o candidato vários cases da empresa em que ele quer se candidatar. "A proposta é que ele mostre como resolveria o case. Aí conseguimos ver um pouco a aderência, missão e valores da empresa... Se tem a ver com as informações que ele oferece", completou.

Ver comentários