Notícia

Veja o que estudar para os concursos da PC, Detran, Iases e Sejus

Candidatos farão provas objetivas, mas alguns cargos têm entre as etapas o teste de avaliação física

Estudo para prova de concurso
Estudo para prova de concurso
Foto: Jeshoots / Pixabay

O governo do Espírito Santo vai abrir 527 vagas em quatro novos concursos públicos ainda este ano nas áreas de Segurança e Justiça. A expectativa é de que os editais sejam publicados este ano. Para estar bem preparado, é preciso iniciar a preparação imediatamente. Sai na frente quem aproveita o tempo para estudar, pois os certames prometem ser bastante concorridos.

> ES abre 527 vagas em quatro novos concursos

É bom lembrar que do total de vagas anunciadas, 480 serão destinadas a cargos de nível médio e 47 para nível superior. A remuneração pode chegar a R$ 10 mil.

O diretor do Curso França Junior, Luiz França Júnior, orienta que os candidatos comecem a estudar o quanto antes para as provas. Uma boa dica é a resolução de exercícios. Já a diretora do CEP, Ivone Goldner, ressalta que os interessados nos concursos do Detran, Iases e Sejus devem começar a preparação por conteúdos básicos, presentes em praticamente todos os certames, como Português, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Informática e Raciocínio Lógico Matemático.

> Leia mais publicações sobre Concursos e Empregos

“Também é preciso dar atenção à redação, quase sempre exigida nas seleções. Especificamente para o concurso do Detran, os candidatos já devem adiantar o estudo também em relação à legislação de trânsito. O nível de dificuldade desses exames é médio, mas a concorrência é elevada, exigindo do candidato ampla preparação, para atingir o ponto ótimo de competitividade”, destaca.

TESTE FÍSICO

Além do conteúdo para as provas objetivas e discursivas, os candidatos devem ficar atentos aos testes de avaliação física, que fazem parte das seleções da Polícia Civil, Sejus e Iases.

O educador físico Fernando Padilha lembra que o exame é cobrado nas carreiras onde é necessário ter um melhor condicionamento físico, como a de agente penitenciário e delegado da Polícia Civil.

Leia também

“O ideal é começar a preparação de imediato e não esperar a prova escrita. Muitos candidatos se preocupam em estudar a teoria e se esquecem do condicionamento físico. A dica é manter atividade física moderada, pelo menos três vezes por semana, para diminuir o risco de lesão”, comenta.

Padilha recomenda que o aluno comece os treinos devagar, focando onde há maior dificuldade. “Procure avaliar qual é o ponto fraco, corrida ou barra por exemplo, e comece por esses exercícios. Quem não faz atividade física regular demora de seis meses a oito meses para conseguir um resultado satisfatório”, ressalta.

A prática de exercícios físicos vale também para quem não vai fazer o teste físico. Segundo o educador físico, uma hora por dia e três vezes por semana ajudam que o candidato estude com melhor qualidade.

POLÍCIA CIVIL

Novo concurso: Serão 33 vagas para candidatos que tenham nível superior em Direito. A remuneração é de R$ 10.058,56.

Último concurso: O último edital para o cargo foi divulgado em janeiro de 2013 e a organizadora, na época, foi a Funcab. A oferta foi de três vagas, com mais de 5 mil inscritos.

O concurso contou com provas objetivas e discursivas. Os aprovados também fizeram teste de aptidão física (TAF), exames médicos, avaliação psicológica, investigação social e criminal.

Os exames objetivos contaram com questões de Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Penal / Legislação Extravagante, Direito Processual Penal / Legislação Extravagante e Direito Civil.

Já no TAF, os exercícios foram apoio de frente sobre o solo, abdominais e corrida.

DETRAN

Novo concurso: Serão 94 vagas, sendo 80 para assistente de trânsito (nível médio) e 14 para analista de trânsito. A remuneração é de R$ 2.409,75 e R$ 5.179,94, respectivamente.

Último concurso: Foi lançado em setembro de 2010, com 50 vagas para cargos de níveis médio e superior. A seleção foi organizada pelo Cespe/UnB e contou com a participação de 13,7 mil candidatos.

Todos os inscritos resolveram provas objetivas para todos os cargos. Houve ainda exame discursivo e avaliação de títulos para os candidatos de nível superior.

Para os candidatos de nível médio, foram provas objetivas (Língua Portuguesa, Informática e Raciocínio Lógico) e conhecimentos específicos (Administração Pública e Legislação de Trânsito).

Já os participantes de nível superior responderam questões de conhecimentos básicos de Língua Portuguesa, Informática, Raciocínio Lógico, Administração Pública e Legislação de Trânsito. Já a parte de conhecimentos específicos foi feita de acordo com o cargo.

IASES

Novo concurso: Foram autorizadas 200 vagas para o cargo de agente socioeducativo. A remuneração é de R$ 2.467,59.

Último concurso: O edital foi lançado em abril de 2010. Para o cargo de agente socioeducativo foram oferecidas 304 vagas.

A seleção contou com duas etapas, de caráter eliminatório e classificatório. Na primeira fase, teve investigação social, prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos, redação, avaliação física e avaliação psicológica para todos os cargos. Já a segunda etapa contou com Curso de Formação.

Os participantes resolveram questões de Português, Informática, Matemática, Conhecimentos Gerais e Conteúdo Específico.

SEJUS

Novo concurso: Foram autorizadas 200 vagas para inspetor penitenciário, com remuneração de R$ 2.776,04. A exigência é ter o nível médio.

Último concurso: Foi realizado em 2012 e contou com a participação de 29,7 mil candidatos. Foram 500 vagas, sendo 250 para o cargo de agente penitenciário e as outras 250 para agente de escolta e vigilância. A nomenclatura dos cargos foi alterada para inspetor.

Os candidatos foram submetidos à prova objetiva de conhecimentos gerais (Língua Portuguesa, Matemática e atualidades) e específicos (Direitos humanos, lei de execução penal, lei complementar estadual 46/94 e lei 9.455,97).

Além disso, os aprovados foram submetidos a teste físico, exame de saúde, prova de aptidão psicológica e comprovante de idoneidade.

Ver comentários