Notícia

PRF define organizadora e edital deve ser publicado em outubro

Concurso vai oferecer 500 vagas para profissionais de nível superior; remuneração pode chegar a R$ 9,9 mil

Polícia Rodoviária Federal (PRF) contará com novos profissionais
Polícia Rodoviária Federal (PRF) contará com novos profissionais
Foto: Divulgação | PRF

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) já definiu a empresa que vai organizar o concurso público. No entanto, o nome ainda não foi divulgado pela corporação. A escolha precisa ter o aval da Advocacia Geral da União (AGU) para que possa ser oficializada. A expectativa é de que o edital seja divulgado em outubro.

O concurso público da PRF vai oferecer 500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal. A remuneração inicial da é de R$ 9.931,57, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.

Leia também

Além disso, de acordo com a lei 13.371, sancionada pelo presidente Michel Temer em 2016, os servidores contarão com mais um reajuste, em janeiro de 2019, quando o salário passará a ser de R$ 10.357,88, também com o benefício.

A autorização do concurso, publicada em 27 de julho, determina um prazo de até seis meses para a publicação do edital, ou seja, até 27 de janeiro.

Vale lembrar que, desde 14 de agosto, o diretor-geral da corporação Renato Dias, recebeu, por parte do ministro da Segurança Pública Raul Jungmann, maior autonomia sobre os procedimentos para a realização do concurso, por meio da portaria 122.

Para concorrer ao cargo de policial rodoviário é necessário possuir curso de nível superior em qualquer área de formação, além de carteira de habilitação a partir da categoria “B”. A jornada de trabalho dos servidores é de 40 horas semanais.

O último concurso da PRF para o cargo de policial rodoviário ocorreu em 2013 e foi organizado pelo Cespe/UnB. Ao todo foram registrados 109.769 inscritos para a oferta de 1.000 vagas. A seleção contou com prova objetiva, exame discursivo, teste de capacidade física, avaliação de saúde, avaliação psicológica, investigação social e análise de títulos.

Ver comentários