Notícia

Marinha abre mil vagas para aprendizes-marinheiros

Candidatos precisam ter o ensino médico completo; inscrições podem ser feitas até 13 de fevereiro

Escolas de Aprendizes-Marinheiros estão com mil vagas abertas no país
Escolas de Aprendizes-Marinheiros estão com mil vagas abertas no país
Foto: Reprodução/ Internet

A Marinha do Brasil divulgou nesta quarta-feira (23) o edital de abertura do concurso de admissão Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) em 2020. A oferta é de 1.000 vagas, distribuídas por quatro instituições: Espírito Santo, Ceará, Pernambuco e Santa Catarina.

Ao ingressarem no curso, a remuneração será de R$ 1.950, somando soldo de R$ 1.560, mais adicional militar de R$ 202,80 e adicional de habilitação de R$ 187,20.

Leia também

Os candidatos precisam ter ensino médio completo, altura mínima de 1,54m e máxima de 2,00m, além de ter 18 anos completos e menos de 22 anos de idade no primeiro dia do mês de janeiro de 2020.

As inscrições podem ser feitas até 13 de fevereiro de 2019, pelo site www.inscricao.marinha.mil.br. A taxa de participação é de R$ 42,00. Também é possível se inscrever na Escola de Aprendizes-Marinheiros do Espírito Santo (Eames), que fica na Enseada do Inhoá, s/nº, Prainha, Vila Velha. 

A seleção contará com Prova Escrita Objetiva, no qual a data de aplicação será definida, e Eventos Complementares: Verificação de Dados Biográficos, Inspeção de Saúde, Teste de Aptidão Física, Avaliação Psicológica, Verificação de Documentos e Procedimento de Heteroidentificação Complementar à Autodeclaração.

Ao concluir o Curso de Formação, todos os alunos das EAM serão agrupados num único Quadro (Quadro de Praças da Armada - QPA), onde no primeiro ano já como Marinheiro realizará um Estágio Inicial, geralmente a bordo de um navio, onde terá seu desempenho avaliado.

O Corpo de Praças da Marinha é composto por: Corpo de Praças da Armada (CPA), Corpo de Praças de Fuzileiros Navais (CPFN) e Corpo Auxiliar de Praças (CAP).

 

 

Ver comentários