Notícia

Concurso da PM tem alto índice de reprovação em teste psicotécnico

Candidatos reprovados entraram com recursos, que serão analisados até o final deste mês

Concurso da PM analisa recurso de candidatos reprovados no teste psicotécnico
Concurso da PM analisa recurso de candidatos reprovados no teste psicotécnico
Foto: Divulgação

Paralisado desde dezembro do ano passado, o concurso da Polícia Militar teve um grande número de candidatos reprovados no teste psicotécnico. De acordo com o governador Renato Casagrande, por esse motivo, o processo de seleção está atrasado.

Na última segunda-feira (11), durante prestação de contas na Assembleia Legislativa, o governador afirmou que, neste momento, a fase é de analisar os recursos apresentados pelos candidatos reprovados.

> Casagrande na Assembleia: quatro horas e quase nenhum questionamento

> Renato Casagrande: "Assumimos o Estado em condições de precariedade"

"O concurso está em fase recursal, já que houve muitos questionamentos por conta do alto índice de candidatos que reprovaram no teste psicotécnico. Até o fim do mês estes recursos devem ser julgados e daremos continuidade à contratação de policiais", explicou Casagrande.

Na manhã da última terça-feira (12), a reportagem do Gazeta Online questionou a Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) a respeito da quantidade de candidatos reprovados no exame psicotécnico. A reportagem aguarda o posicionamento da Sesp.

PRÓXIMAS ETAPAS

Depois dos exames psicossomáticos, os candidatos serão submetidos à investigação social, exames de saúde, entrega da documentação para fins de classificação e curso de formação.

Os concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros atraíram 49.081 candidatos, para as 417 vagas oferecidas em cinco certames.

NÚMEROS

Questionada sobre quantos candidatos foram reprovados no teste psicotécnico, quantos entraram com recurso e quantos já teriam sido analisados, a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou que o concurso público da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros está em grau de análise dos recursos impetrados, em razão da fase de avaliação psicológica. "Ainda não há um levantamento sobre a quantidade de recursos que foram impetrados. A Sesp ressalta que também não existe nenhuma previsão de interrupção do processo de seleção até o momento".