Notícia

Polícia Federal quer abrir concurso com 3.460 vagas

Pedido para abertura de processo seletivo foi encaminhado para o Ministério da Economia

Polícia Federal deve contratar mais policiais
Polícia Federal deve contratar mais policiais
Foto: Eduardo Dias

Boa notícia para quem quer ingressar na Polícia Federal. A corporação enviou ao Ministério da Economia um pedido para a realização de um novo concurso público para preencher 3.460 vagas para as áreas administrativas e de carreira. A solicitação foi encaminhadas no dia 30 de maio.

Órgãos federais têm até dia 31 para encaminhar pedido de concurso

Do total de oportunidades, 3.103 serão para áreas da carreira da Polícia Federal. Os cargos ainda não foram divulgados.

ÁREA ADMINISTRATIVA

Haverá ainda 347 chances para área administrativa, sendo 234 para quem tem o nível médio e 123 para nível superior (62 para médicos, 18 vagas para administrador, 14 para assistente social, 9 para contador, 9 para psicólogos, 8 para arquivista, 2 de enfermeiro e 1 para farmacêutico).

Concursos em órgãos federais como INSS e PF estão garantidos

Para o cargo de médico, o vencimento básico é de R$ 7.847,95, já contados o acréscimo de gratificação de R$ 3.037. Para os outros cargos de nível superior, a remuneração é de R$ 2.402,74 mais a gratificação de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 3.374, totalizando R$ 5.776,74 ao final do mês.

Além disso, para a área administrativa, o vencimento básico para cargos de nível médio é de R$ 2.279,16 e gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 2.467, totalizando uma remuneração inicial de R$ 4.746,16

O último concurso para a área administrativa da PF foi realizado em 2013, pelo Cespe/UnB.

ÁREA DE CARREIRA DA PF

A maior oferta de vagas deste novo pedido de concurso será para carreiras da PF. No entanto, os cargos não foram divulgados.

Leia também

É bom lembrar que o último concurso começou em 2018 e ainda está em andamento. A oferta foi de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos é exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito.

Em 24 de maio de 2019, o Governo Federal, em conjunto com o Ministério da Economia e o Ministério da Justiça, autorizou a convocação de 1.047 aprovados.

INDEPENDÊNCIA

Conforme o decreto 9.739, de 28 de março, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a PF não precisa de autorização do Ministério da Justiça para realizar novos concursos públicos.

A liberação de novos certames, a partir do ato, é de responsabilidade do diretor-geral do órgão, podendo ocorrer sempre que a necessidade atingir 5% do quadro de pessoal ou em caso de menor percentual, de acordo com determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O decreto vale apenas para área policial. Para área administrativa, precisa de autorização do Ministério da Economia. 

 

 

Ver comentários