Notícia

Arquivo público mais antigo do Brasil é o de Vitória

Alunos de escolas, faculdades, pesquisadores e outros profissionais vão ao local diariamente em busca de informações, que fica no Edifício Helenus, em Bento Ferreira

Fotos e documentos de Vitória estão arquivados no local
Fotos e documentos de Vitória estão arquivados no local
Foto: Carlos Antolini

O maior patrimônio de uma nação é a cultura e a história daquele povo. Só pelas gírias e costumes dos capixabas, a gente já sabe que a memória cultural do nosso Estado é de extrema importância e grandiosidade, mas você sabia que o arquivo público municipal mais antigo do Brasil é o de Vitória?

Grande parte de registros sobre a capital do Espírito Santo está no Arquivo Público da Prefeitura, que foi criado em 1910 e regulamentado em 1941. Lá, é possível encontrar uma diversidade ampla de fotografias da cidade, projetos arquitetônicos de obras importantes de Vitória, mapas, jornais, revistas e documentações de todas as gestões municipais desde o primeiro prefeito, que assumiu em 1909, até o prefeito atual.

DOCUMENTOS MAIS ANTIGOS

O manuscrito original mais antigo arquivado no local é um termo de entrega de cofres a tesoureiros, cuja data é de 1789. Também no século XVIII, em que ainda existia escravidão, existem documentos que registraram a venda de escravos no ano de 1793. Uma carta imperial, escrita à mão, que eleva Vitória de vila para cidade, em 2 de novembro de 1823, é uma das relíquias mais importantes do Arquivo Municipal.

> As curiosas explicações sobre a origem do nome Cariacica

No geral, são 15 mil caixas de documentos arquivados por lá, sendo 13 mil processos administrativos da Prefeitura - como folhas de pagamento, compra de material e exonerações. Documentos históricos e informações sobre os prefeitos estão arquivados em 1,5 mil caixas.

FOTOGRAFIAS DO SÉCULO XIX

Mais de 10 mil fotos que prometem uma viagem ao passado ocupam o Arquivo Municipal de Vitória. É possível visualizar como era o Centro de Vitória, com toda a arquitetura imponente, as lojas famosas e monumentos históricos em construção ou recém-inaugurados no local.

A Ponte Seca quando ainda tinha água, a construção das Cinco Pontes (Florentino Avidos), a Segunda e Terceira Ponte também foram eternizadas nas figuras naquela época. Fotos da construção do Palácio Municipal e do início do Parque Moscoso, quando era chamado de Campinho, também estão arquivados lá.

O processo de aterro dos mangues e de boa parte da Ilha de Vitória também foram capturados em imagens que são cuidadosamente guardadas, assim como todo o processo de ocupação da Grande São Pedro.

Há, ainda, os carnavais do Clube Saldanha da Gama, a presença de artistas, as autoridades reunidas em grandes inaugurações e também fotos de famílias tradicionais da capital. Registros de Cariacica, Viana e Serra também estão arquivados no local, já que antes as localidades faziam parte de Vitória e só depois foram desmembradas.

PRESERVAÇÃO DOS ARQUIVOS

Quem administra o Arquivo Municipal é a Secretaria de Gestão, Planejamento e Comunicação (Seges) da Prefeitura Municipal de Vitória. "Estamos falando de um legado, da história que definiu e define a identidade de Vitória. É um privilégio e uma grande responsabilidade fazer parte desta equipe", disse Jorge Luiz, gerente da Gerência de Apoio Logístico e Transporte.

Arquivo Publico
Arquivo Publico
Foto: Carlos Antolini

Além de separar, preservar e catalogar o que já existe, a equipe também recebe materiais doados por famílias e faz o registro e identificação de fotos e documentos enviados pelas secretarias da prefeitura.

VISITAS

O Arquivo Público Municipal é aberto à visitação. Alunos de escolas, faculdades, pesquisadores e outros profissionais vão ao local diariamente em busca de informações. O arquivo fica na Rua Amélia da Cunha Ornelas, Edifício Helenus, nº 294, em Bento Ferreira. O horário de funcionamento é das 12 às 18 horas, de segunda a sexta-feira. Telefone para contato: 27 3225-8396.

VEJA FOTOS

Ver comentários