Notícia

Invista em um negócio próprio com franquias a partir de R$ 3 mil

Para começar a empreender, franquias são uma boa opção

Vanessa Nascimento investiu em franquia de consertos residenciais e comerciais
Vanessa Nascimento investiu em franquia de consertos residenciais e comerciais
Foto: Fernando Madeira

 

 

Investir em um negócio próprio nem sempre é sinônimo de gastar uma fortuna. Quem opta por uma franquia, por exemplo, pode começar sua empresa trabalhando em casa e gastando a partir de R$ 3 mil, em áreas como venda de intercâmbios ou revenda de produtos para pets.

Uma das opções é a CI, focada na venda de pacotes de intercâmbio, que pode ser operada em cidades que não comportam lojas físicas. O investimento inicial é R$ 3 mil, o mesmo valor do aporte para ser dono da franquia Dog Shop, que oferece revenda de produtos de petiscaria e confeitaria para pets, no modelo self-service em pet shops. A taxa de franquia também é de R$ 3 mil.

Outra opção de franquia com investimento é a Conserta Express, rede que oferece serviços de pequenos consertos residenciais e comerciais, como eletricista, encanador, pintura e alvenaria. A taxa de franquia é R$ 9.900 e o faturamento médio mensal é R$ 15 mil.

De olho no retorno, a empresária Vanessa Gomes do Nascimento, 36, decidiu apostar na marca. Empreendedora há seis anos, ela adquiriu a franquia no final de outubro e começou a operar em novembro, em Vila Velha. “Eu tenho outros negócios, mas queria mudar o ramo. Encontrei a franquia e comecei a analisar o mercado, pesquisei bastante e fui atrás dos franqueados. Todos me falaram bem da empresa e do negócio”, diz.

Além disso, ela conta que o valor do investimento e o lucro foram muito importantes para tomar a decisão. “Vi que seria um bom custo-benefício e que teríamos um diferencial: fazer o pós-venda e ter agilidade e pontualidade para resolver o problema do cliente.”

Um estudo feito pelo Laboratório de Tendências da UVV Business School apontou três habilidades principais que o empreendedor que quer abrir um negócio próprio precisa ter, explica o professor de empreendedorismo e marketing da instituição, Jefferson Cabral.

“A primeira é cultura de dados, ou seja, ter dados para tomar decisões. O segundo é o pensamento crítico, ou seja, a capacidade de lidar com as mudanças de forma rápida. Por fim, a resolução de problemas complexos, pois são muitos fatores que impactam no negócio.”

É importante, ainda, fazer uma autoavaliação, diz o analista da unidade de acesso a mercados do Sebrae-ES, Diogo Broetto. “Se o empreendedor odeia cozinhar, por que mexer com comida? Se não gosta de trabalhar fim de semana, por que abrir algo em shopping?”, pontua.

Outra dica é fazer um plano de negócios. “Vai ser um raio-x para começar um negócio, analisando concorrência, região, faturamento. A franqueadora ajuda nesses casos”, explica.

OPÇÕES DE INVESTIMENTO

CI

É focada na venda de viagens de intercâmbio. No formato mais barato, a partir de R$ 3 mil, pode ser operada em casa, em cidades que não comportam lojas. A taxa de franquia é de R$ 3 mil.

Dog Shop

Oferece revenda de produtos de petiscaria no modelo de serviço self-service em pet shops. A taxa de franquia é de R$ 3 mil e o licenciado tem que adquirir um móvel, baleiro ou food bike para expor os produtos.

DryWash

Franquia de serviços de limpeza, conservação e reparação de veículos, com investimento inicial a partir de R$ 8.150. A taxa de franquia é a partir de R$ 2,5 mil.

Serviços de limpeza e conservação de veículos
Serviços de limpeza e conservação de veículos
Foto: DRYWASH/DIVULGAÇÃO

Cooper Kap 

É uma rede de tapetes e capachos personalizados para empresas. O investimento inicial é de R$ 8.690 e o faturamento médio mensal é de R$ 4 mil.

Acqio

É uma empresa de tecnologia que tem como principal produto a maquininha de cartões de crédito e débito. Com investimento total de R$ 7.490, o retorno é entre 6 e 12 meses.

Conserta Express

Oferece serviços em manutenção residencial e empresarial, como eletricista, encanador e pintura. A taxa de franquia é de R$ 9.900 e o faturamento médio mensal é de R$ 15 mil.

RHF Talentos

É um portal de recursos humanos que oferece oportunidades de trabalho e de consultoria em gestão de pessoas. Investimento a partir de R$ 4.900, com retorno entre 3 e 6 meses, e faturamento médio mensal de R$ 30 mil. A taxa de royalties é de 5%.

Barela

Oferece franquia home office para venda de planos de saúde para pequenas e médias empresas. O investimento é de R$ 7.000 e o retorno em 6 a 12 meses.

Belga Mix

Franquia de alimentação, seu principal produto é a batata frita servida em cone. O investimento é a partir de R$ 14.900 e o retorno de 6 a 36 meses.

Encontre sua Viagem

Empresa de turismo especializada em pacotes de viagem e passagens. Para a franquia home office, o investimento é de R$ 5 mil e o faturamento médio mensal é de R$ 70 mil.

Brasil Nutri Shop

Vende suplementos e produtos esportivos ligados à alimentação. Em modelo home office, com vendas por loja virtual, o investimento inicial é de R$ 9 mil e o faturamento médio mensal de R$ 10 mil.

Passadeira Express

Oferece serviço de buscar, passar e entregar roupas na casa dos clientes. Pode trabalhar de casa – o espaço mínimo é de 16 metros quadrados e é preciso ter carro. O investimento inicial é de R$ 9,9 mil. O faturamento médio mensal é de R$ 4,5 mil.

Limpeza com Zelo

Franquia de limpeza residencial, com investimento inicial de R$ 8.400, e média de faturamento de R$ 14 mil mensal.

“Escolha deve ser feita por afinidade”

José Carlos Semenzato diz que risco do investimento é menor com franquia
José Carlos Semenzato diz que risco do investimento é menor com franquia
Foto: SMZTO/DIVULGAÇÃO

Especialista afirma que é preciso muita pesquisa para se dar bem com uma franquia Na hora de investir, seja numa franquia ou em um negócio próprio, é importante optar por um segmento em que o empreendedor tenha afinidade e goste, ou seja, a escolha não deve levar em consideração apenas o valor do investimento ou do faturamento.

Esse é o primeiro passo para ter sucesso, observa José Carlos Semenzato, fundador da SMZTO, holding de franquias multissetoriais. Dono de dez marcas, ele comenta que é preciso pesquisar muito antes de tomar a decisão de investir.

Ao procurar uma franquia, o que deve pesar na decisão da escolha da marca a investir?

O primeiro aspecto que o empreendedor deve levar em consideração é que a escolha deve ser por afinidade com o setor em que ele quer atuar. Ele também precisa verificar se o mercado local tem a necessidade daquele serviço ou produto, e fazer uma análise da concorrência.

Quando vale apostar em franquia ao invés de negócio próprio?

A vantagem de adquirir uma franquia está principalmente em reduzir o risco do investimento. O investidor quando busca uma franquia está adquirindo uma marca que já tem reputação no mercado, e já é formatado, possui manuais de operação, suporte aos franqueados e inovação.

Quais cuidados é preciso ter na hora de fechar a compra da franquia?

O cuidado mais importante é se certificar com um bom número de franqueados se eles estão satisfeitos com o negócio e com o suporte oferecido pela franqueadora.

As franquias já trazem o modelo e o conhecimento do negócio. Mesmo assim, é preciso ter planejamento?

É muito importante que o futuro franqueado faça um planejamento minucioso para que no meio do empreendimento não faltem recursos. Infelizmente, é comum o investidor contar com um bem, um carro, por exemplo, e depois não conseguir vender. O investidor precisa ter disponível todo o valor para iniciar o negócio.

Quais são os principais erros que os empreendedores cometem na hora de abrir um negócio?

Um erro muito comum é subestimar o trabalho que vai ter para fazer o negócio funcionar. Eu sempre digo que 50% do sucesso é garantido pela franqueadora, mas os outros 50% dependem do franqueado. É preciso que o franqueado saiba liderar sua equipe, executar o plano de vendas, controlar custos. Ele precisa ser um bom gestor.

 

 

Ver comentários