Notícia

Lojistas fazem promoções de olho nos jogos da Copa do Mundo

Há lojas que oferecem até 50% de desconto em televisores. Copa deve elevar vendas

Vendedoras Daniele e Gabriela mostram produtos para animar a torcida pelo Brasil
Vendedoras Daniele e Gabriela mostram produtos para animar a torcida pelo Brasil
Foto: Bernardo Coutinho

As lojas tradicionais de atacado e varejo comemoram a chegada da Copa do Mundo. O cliente que entra fica rodeado por cores da bandeira do Brasil para entrar no clima do megaevento esportivo. Nas prateleiras, artigos como chapéus, bandeiras e as famosas vuvuzelas. Além do clima festivo, promoções e condições especiais de pagamento entram em prática para incentivar ainda mais as compras.

E as vendas já estão a todo vapor. No Atacado São Paulo, em Vitória, o dono da loja, que já está no mercado há 34 anos, confia na Seleção Brasileira.

“Em todos os anos de Copa, nós vendemos muito esses itens. Só coisa do Brasil. A procura está começando agora, mas a venda está bem crescente, em torno de 20% . Neste ano, as pessoas estão acreditando”, conta Paulo Cesar Sarria.

O comerciante explica que o foco é vender para os lojistas, por isso, oferece valores diferenciados e até 180 dias para o início do pagamento. Mas também há produtos no varejo que estão “com preço especial, por ser uma loja de atacado”, ele diz.

Na internet, as promoções de eletrônicos nas grandes lojas do ramo também são fáceis de encontrar. A aposta é, principalmente, nas televisões. Em um dos sites pesquisados, uma Smart TV LED 40” Full HD é vendida a R$ 1.539, um preço quase 50% menor do que o valor original.

Com uma rede que atua há 58 anos no mercado, passando por muitas Copas, Cláudio Sipolatti conta que a procura maior pelo produto começou em maio. A expectativa é de que haja um incremento de 30% nas vendas de televisões. Mas o empresário lembra que refrigeradores, freezers, churrasqueiras e aparelhos de som também têm grande saída. A loja oferece promoções e prazo prolongado de pagamento, com possibilidade de parcelamento em 24 meses.

“A Copa do Mundo nos dá muitas oportunidades. O período é de festa antes, festa depois, churrascos, encontros de famílias. Sempre que há comemoração ou uma reunião, a gente vende”.

A Federação do Comércio do Espírito Santo prevê impactos positivos nos segmentos de eletrônicos, vestuário, acessórios e supermercados. Também se espera grande movimentação de pessoas nos segmento de bares e restaurantes. Outro impacto positivo deve acontecer nas agências de viagens, não só para o destinos internos, mas até para a Rússia, país que vai sediar a Copa.

 

 

Ver comentários