Notícia

Facebook diz ter sofrido ataque que atingiu 50 milhões de usuários

Segundo a empresa, hackers aproveitaram uma falha de segurança do sistema por meio da função "view as", o que permite roubar o código de acesso (tokens) dos usuários

Facebook
Facebook
Foto: Reprodução/Pixabay

O Facebook descobriu na terça-feira (25) um problema de segurança afetando 50 milhões de contas da rede social, informou a companhia nesta sexta-feira (28).

Segundo a empresa, hackers aproveitaram uma falha de segurança do sistema por meio da função "view as", o que permite roubar o código de acesso (tokens) dos usuários e, depois, tomar as contas impactadas. A "View as" permite ver como o perfil do próprio usuário aparece para as outras pessoas.

Leia também

Os tokens funcionam como uma chave digital que permite aos usuários se manterem conectados ao Facebook, sem necessidade de reinserir a senha de acesso toda vez que querem entrar na rede social.

"Como acabamos de iniciar nossa investigação, ainda precisamos definir se essas contas foram utilizadas indevidamente ou tiveram outras informações acessadas", disse o Facebook em nota, afirmando que já informou as autoridades competentes.

A função "View as" foi temporariamente desativada, enquanto a companhia revisa as condições de segurança do sistema. Além disso, as quase 50 milhões de contas que foram afetadas e, por precaução, outras 40 milhões — que usaram a função ao menos uma vez nos últimos 12 meses — tiveram os tokens reiniciados. Esses usuários precisarão refazer a conexão e receberão um aviso do ocorrido no topo de seu mural, diz a nota assinada Guy Rosen, vice-presidente de gestão de produto do Facebook.

Não há necessidade de refazer a senha de acesso ao Facebook, garante o executivo. As ações da companhia recuaram 3% esta tarde, para US$ 163,78.

Ver comentários