Notícia

Grupo suíço compra rede capixaba Hortifruti

Fundo Partners Group, que já tinha 40% da empresa, adquiriu a parte remanescente. Meta é abrir 12 novas lojas pelo país em 2019

Mercado da Hortifruti em Vitória
Mercado da Hortifruti em Vitória
Foto: Google Maps

A rede Hortifruti, fundada em 1989 no Espírito Santo, e que também está presente no Estado do Rio de Janeiro, vai se fundir com a marca Natural da Terra, de São Paulo. As empresas foram compradas pelo fundo suíço Partners Group em uma transação que já estava em negociação há pelo menos um ano, conforme o Gazeta Online havia antecipado em novembro de 2017. O valor do negócio não foi divulgado.

Com a fusão das redes oficializada nesta quinta-feira (08), o grupo suíço já planeja um processo de expansão com abertura de novas unidades pelo Brasil.  Segundo informou o jornal O Globo, a meta é abrir 12 lojas ao longo de 2019 com um investimento previsto da ordem de R$ 80 milhões.

Há cerca de três anos, a Partners Group já havia adquirido 40% da marca Hortifruti. Agora, portanto, o fundo comprou a parte remanescente da família fundadora.

Atualmente, Hortifruti e a Natural da Terra contam com 45 lojas pelo país com tamanho médio de 500 a 800 m² e quatro lojas menores, com tamanho de 100 a 200m². 

“Nossa meta é profissionalizar, expandir e potencializar a proposta de valor da empresa, que é muito bem estabelecida. Estamos investindo no Rio de Janeiro numa época em que poucos empresários estão acreditando no progresso da cidade e, em paralelo, nosso plano de expansão em São Paulo é bastante agressivo”, explicou o investidor da Partners Group, Gonzalo Fernandez Castro, que diz acreditar no potencial de uma rede de produtos frescos no Brasil.

MUDANÇA

Para a fusão, a empresa conta com Fabiana Castro, diretora de marketing, que trabalhou na Disney por mais de 20 anos, e foi contratada para unificar a proposta de valor das duas bandeiras.

As lojas serão reformadas, com alterações na arquitetura e na comunicação, para oferecer a mesma experiência para as duas marcas. Para isso, o grupo escolheu a artista brasileira Joana Lira, responsável pela criação das peças que ilustrarão e ambientarão as lojas.

A união, de acordo com o presidente do Hortifruti, Luiz Elísio Melo, é uma maneira de oferecer de forma mais abrangente a excelência na qualidade do produto fresco e natural. “Somos diferentes dos supermercados tradicionais, temos os alimentos frescos e relacionamento próximo com os nossos clientes como cultura. Nos orgulhamos do nosso passado de feirante e dos nossos trinta anos de trabalho. Praticamos um diálogo próximo, engajador, de parceria e bom humor, promovendo uma experiência completa”.

A HORTIFRUTI

Fundada em Colatina há quase 30 anos, como um pequeno mercado de frutas, legumes e verduras, a Hortifruti se expandiu Estado e Brasil afora. No Espírito Santo, a rede ainda conta com duas unidades, uma na Praia do Suá, em Vitória, e outra na Praia da Costa, em Vila Velha. A empresa é hoje a maior rede varejista de hortifrutigranjeiros do Brasil.

A negociação partiu da iniciativa dos fundadores da rede, segundo Gonzalo. Conforme o Gazeta Online havia antecipada no ano passado, mesmo sem ter uma função executiva, a ideia é que os ex-sócios permaneçam próximos a companhia. 

Desde a entrada do grupo suíço no negócio, há três anos, a empresa buscou a profissionalização da gestão com a contratação do ex-Pão de Açúcar Luiz Elísio para a presidência no início de 2017.

Ver comentários